Natal em família, em Portugal, fez com que o país voltasse a ficar confinado

Natal em família, em Portugal, fez com que o país voltasse a ficar confinado
O Turismo PT

O facto de ter sido permitido passar o Natal em família, originou um aumento exponencial de mortos e infectados pela pandemia, fez com que o Governo crie um novo confinamento para travar mais contágios.

Uma vez que o Governo permitiu que os portugueses passassem o Natal juntos provocou um grande aumento de casos de infecção levando alguns hospitais centrais à rotura.

Por esse motivo e, na opinião do Governo, dos deputados e dos especialistas, a solução é mesmo voltar apertar as medidas, com um novo confinamento, segundo o Executivo, embora não tenha revelado muitos detalhes sobre o mesmo. Apenas se sabe que voltaremos a fechar o país, como em Março, mas com algumas diferenças.

 

Segundo os dados da Direcção-Geral da Saúde têm-se registado mais de dez mil novos casos de infecção diários e mais de uma centena de vítimas mortais nos últimos dias.

 

O Presidente da República afirma que “não há alternativa a confinamento geral”, tendo já admitindo que o “voto de confiança” dado no Natal falhou em larga escala, e assume toda a responsabilidade dos efeitos. Perante isto, Marcelo Rebelo de Sousa concorda com a decisão do Governo.

 

Entretanto António Costa já tinha demonstrado esta intenção e acabou mesmo por confirmá-la no passado dia 09 de Janeiro, adiantando que será um confinamento semelhante ao de Março. No entanto, as medidas a decretar ainda não estão fechadas, uma vez que o Governo prefere esperar pela reunião com os especialistas do Infarmed que se realiza dia 12.

RIU Hotels & Resorts

FITUR 2021

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade