Palmela projecta percursos acessíveis para o seu Castelo

Já foi lançado o concurso para a empreitada que criará percursos acessíveis no Castelo de Palmela - Prarrábida - CAFA


A empreitada consiste na construção de um sistema de “passadiços” e outras estruturas, com recurso a materiais como o aço grafite ou a pedra, que tornem o Castelo acessível a todas/os, independentemente da sua condição física.

Com um preço base de 303 mil euros (+IVA), a obra foi alvo de uma candidatura a cofinanciamento, no âmbito do Portugal 2020.

Quer devido a obstáculos naturais (inclinações elevadas, afloramentos rochosos e relevos irregulares), quer por construções e obstáculos criados ao longo do tempo (como degraus), parte dos percursos existentes não permite a circulação de visitantes com mobilidade reduzida. O que se pretende com esta obra é que TODOS disponham de percursos acessíveis, que lhes permitam aceder a todas as estruturas do Castelo.
Os materiais escolhidos garantem a integração paisagística e patrimonial com o Castelo e a sua envolvente., garantem os responsáveis pelo projecto.

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade