Jamila Madeira referiu que estão a fazer o necessário fazer para "garantir a segurança de qualquer cidadão que venha de outro país"

A secretária de Estado adjunta e da Saúde afirmou hoje que o Governo está em contacto com os países emissores de turistas para que a situação epidemiológica da covid-19 em Portugal seja encarada como "dinâmica" e sob permanente avaliação.

Questionada pelos jornalistas sobre a possibilidade de Portugal não ser incluído na lista de países considerados seguros, nomeadamente pelo Governo britânico, Jamila Madeira afirmou que o Governo tem trabalhado para que a "observação" da realidade portuguesa "seja vista como ela é, dinâmica".

Após uma visita ao Centro Hospitalar e Universitário do Algarve (CHUA), a propósito da aquisição de 30 novos ventiladores, a governante afirmou que "cabe às autoridades e a todos os portugueses" terem um comportamento que "permita às autoridades diplomáticas e de saúde "demonstrar com números" aos outros estados a realidade e a "confiança que podem também transmitir aos seus cidadãos".

Jamila Madeira garantiu que, em termos diplomáticos e, também, de saúde, "todos os dias é feito um esforço de demonstrar, explicar e propor qualquer ajuste" que seja necessário fazer para "garantir a segurança de qualquer cidadão que venha de outro país, porque são aqui bem acolhidos, tão bem como os portugueses".

O governo britânico divulga hoje a lista de países que serão incluídos nos primeiros "corredores aéreos" com o Reino Unido a partir do início de Julho, havendo ainda dúvidas quanto à inclusão de Portugal.

O Governo britânico está a avaliar a criação de "corredores de viagem" com uma série de destinos para que os britânicos possam ir de férias sem precisar de cumprir a quarentena de 14 dias no seu regresso ao Reino Unido actualmente em vigor. 

Na sexta-feira, o ministro da Administração Interna português, Eduardo Cabrita, disse que "não há nenhuma razão" para a aplicação de quarentena no regresso ao Reino Unido, mas não quis antecipar o anúncio do Governo britânico sobre o corredor aéreo com Portugal.

Portugal é um dos países que tem manifestado interesse em negociar um "corredor aéreo" com o Reino Unido para poder receber turistas britânicos, que representaram quase 20% do total em 2019.

Relativamente à nomeação de um novo conselho de administração para o CHUA, cujo mandato terminou em Dezembro de 2019, Jamila Madeira remeteu o anúncio para a sua publicação em Diário da República, numa "decisão que cabe à ministra da Saúde".

Texto: Lusa

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade