Monte do Zambujeiro é "a imersão na natureza, acolhimento familiar e autenticidade"

Monte do Zambujeiro é "a imersão na natureza, acolhimento familiar e autenticidade"
Divulgação

Em pleno sudoeste alentejano, com 70 hectares de terra, está localizado o empreendimento de Turismo Rural Monte do Zambujeiro. O empreendimento conta com um pequeno rebanho de "cortadoras de relva mecânicas", as ovelhas.

O Monte do Zambujeiro (MZ) fica a pouco minutos de Vila Nova de Milfontes. É uma Herdade da família Mc Gil que "foi dividida ao longo dos anos, tendo sobrado 70 ha, que ficaram para o meu pai", explicou Mónica Mc Gil.

Em 2005 "fiz uma proposta aos meus pais tornar o MZ num Turismo Rural, e a mesma foi aceite". Logo de seguida "tomei as rédeas do projecto, sempre com o apoio dos meus país". Em Julho de 2008 "abrimos as portas como Turismo Rural, com um investimento de 200 mil euros. valor esse que foi exclusivamente com capitais próprios", revelou

Mónica Mc Gil afirmou a O Turismo PT que "sempre pensado nos momentos felizes que ali passei na minha infância", esta foi a forma que encontrei "de recuperar as casas e de criar fonte de rendimento para manter e revitalizar a Herdade".

Na abertura, apenas existiam dois T2 e três T1, e como infraestruturas "uma cesta de pequeno-almoço, uma zona de churrasco e piscina". Posteriormente "alteramos o método de pequeno-almoço, começando a servi-lo directamente aos hóspedes", explicou.

No ano seguinte "recuperamos mais uma casa e uma suite de luxo", ou seja o dinheiro ganho foi para crescimento e melhorias.

A "Casa da Charca", ex-libris do Monte do Zambujeiro, nasce em 2012 com três suites que "podem seu usadas individualmente ou a casa por inteiro". Foi antes de 'levantar a casa', que nos candidatamos ao PRODER.

Uma das relevâncias de empreendedorismo, foi a continua remodelação com o valor ganho no passado.

Em 2020, foi quando o Monte do Zambujeiro deu uma grande volta e se tornou numa média infraestrutura de Turismo Rural, continuando a trabalhar com a população local e recrutando ainda mais.

A mais valia do empreendimento é "a imersão na natureza, acolhimento familiar e autenticidade". Sendo um "luxo da simplicidade no coração do parque natural do sudoeste alentejano", salientou a proprietária.

A decisão de trabalhar com a população local foi "pelo facto de serem conhecem conhecedores do local e da cultura", no entanto a menor valia "poderá ser a falta de mão de obra qualificada, mas compete-nos dar formação contínua e capacitar os nosso recursos humanos". Salientando que "até hoje não me arrependo".

Todos os quartos estão equipados com televisão, mas apenas alguns por satélite. Internet, só nas zonas comuns. Isto é justificado pelo facto de "termos paredes muitos grossas e uma rede telefónica que não ajuda", frisou a proprietária.

O Monte do Zambujeiro dispõe de uma taberna tipicamente alentejana .. "mas só para os hóspedes", como salientou Mónica Mc Gil.

Actualmente, mesmo no meio da pandemia o empreendimento está com uma grande remodelação que envolve várias áreas, como por exemplo "painéis solares em todas as casas, espaço de Ioga ao ar livre e da cozinha dos pequenos almoços".

RIU Hotels & Resorts

FITUR 2021

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade