Catedral de Notre Dame em chamas

Catedral de Notre Dame em chamas
François Guillot/AFP

Um grande incêndio atingiu a catedral de Notre-Dame, em Paris, esta segunda-feira, um dos mais importantes símbolos da cidade.

O fogo foi primeiro comentado por turistas nas redes sociais. Não está claro ainda o que o motivo, mas pode estar relacionado a uma obra que estava a ser feita no telhado. Segundo a France 2 "a polícia está a tratar o caso como um acidente".

"Um incêndio terrível está a acontecer na Catedral de Notre-Dame. Os bombeiros de Paris estão tentando dominar as chamas (...) Peço a todos que respeitem o perímetro de segurança", escreveu a Presidente da autarquia parisiense, Anne Hidalgo, no Twitter.

A polícia isolou a área e está a retirar os turistas que se encontram dentro da catedral.

A catedral começou a ser construída no século XII, mas as obras apenas foram completamente finalizadas três séculos depois, tendo-se tornado numa das catedrais mais proeminentes do país e uma das mais antigas. De estilo gótico e localizada no quarto distrito administrativo da capital francesa, estima-se que o edifício reúna cerca de 13 milhões de visitantes todos os anos, tornando-a num dos monumentos mais visitados na França.

O monumento estava a ser alvo de reparações que tiveram início em 2017, com o intuito de reparar a infra-estrutura e alguns dos “tesouros” lá guardados. 

Donald Trump usou o Twitter para lamentar o incêndio e deixar um conselho: "Talvez aviões de combate a incêndios pudessem ajudar. Têm de agir rápido!".

Na mesma rede social Emmanuel Macron partilhou a "emoção de uma nação inteira". "Como todos os nossos compatriotas, estou triste por ver parte de nós ser queimada", escreveu.

O arquitecto Philippe Villeneuve, responsável pelo restauro de vários monumentos franceses como a Catedral La Rochelle e os museus de Napoleão e Africano de d'île d'Aix, lamentou ao jornal Le Parisien e garantiu que "nenhum trabalhador estava no local quando o fogo começou a deflagrar".

Fim do Ano

Fim do Ano

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade