Primeira Igreja com realidade aumentada abre em Portugal

Pense ou imagine que quando visitar uma igreja poderá ter um anjo como guia turístico

 

Imagine que pode ter um anjo a fazer uma visita guiada, presenciar a construção do altar em tempo real ou descobrir a cultura Barroca na região do Alto-Minho, ora tudo isto será possível já a partir deste sábado, graças à tecnologia implementada pela EDIGMA no Centro Interpretativo do Barroco.


Imersividade, Interactividade, Realidade Aumentada ou Realidade Virtual, são conceitos tecnológicos que a EDIGMA colocou em prática no projecto “para criar uma experiência memorável que possibilitará os visitantes imergirem numa nova dimensão”.


A empresa tecnológica EDIGMA liderou o projecto integrado, “numa oferta completa de soluções que contemplam a tecnologia, a identidade gráfica, bilheteira, sinalética e o estacionário”.

Ao visitar a igreja do Espírito Santo podemos optar pela utilização de tablet ou óculos de realidade aumentada – HoloLens -  “para aceder ao conteúdo interactivo disponível no espaço entrando assim numa nova dimensão onde a visita é acompanhada por um anjo guia e o conteúdo vai sendo exibido ao longo do percurso”.


Foi concebido um ponto de interação, com recurso a vários ecrãs,” que conectam os visitantes com três temas, Sociedade e o Pensamento, Cultura e Arte e o Monumento Igreja Espírito Santo, potenciando o uso cultural, pedagógico e turístico”.


De referir, que o projecto integra uma plataforma móvel disponível para Android e IOS, que serve de porta de entrada no Barroco através dos dez concelhos abrangidos, partilhando conhecimento sobre este período da cultura na região.

A inauguração do Centro Interpretativo do Barroco, em Arcos de Valdevez, está agendada para o dia 15 de Dezembro, com a sessão inaugural pelas 11:00 um concerto de Rui Massena pelas 22:00.

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade