Kikas afastado dos Jogos Olimpicos de Tóquio, por testar positivo à Covid

O surfista Frederico Morais (Kiko), testou positivo à Covid 19 e, por consequência, está afastado do Jogos Olímpicos de Tóquio.

Com uma cotação muito alta no top dos medalhados no maior evento desportivo a nível mundial, Kiko vai falhar a prova após testar positivo à Covid-19.

Num comunicado do Comité Olímpico Português informa que o surfista lhe referiu que "as últimas 24 horas têm sido muito complicadas. Gerir a possibilidade de não poder comparecer nos Jogos Olímpicos foi talvez mais difícil do que ter a certeza". E o anúncio, que não queria dar e que ninguém queria ouvir, foi dado: "É com muita pena que anuncio que estou infestado com Covid-19 e por isso não poderei representar Portugal".

Salientou "tive todos os cuidados, estou completamente vacinado há mais de um mês. No entanto, acabei por contrair o vírus".

Falha a competição, no entanto o seu estado de saúde não é preocupante, explicando: "Estou bem, sinto-me bem e vou cumprir o meu isolamento. Estarei a acompanhar todos os segundos da nossa Selecção e tenho muito orgulho em fazer parte deste grupo que certamente representará Portugal da melhor forma”.

No Facebook publicou um vídeo, onde refere:"Este é provavelmente o post mais triste da minha vida, mas como em tudo há que encarar".

Com mérito e esforço "qualifiquei-me para os Jogos Olímpicos, que por causa da Covid tiveram de ser adiados". Por infelicidade, "a mesma Covid que levou ao adiamento do jogos, tirou-me agora a possibilidade de cumprir um sonho de criança, um sonho de atleta e de homem".

Sem dúvida nenhuma que "esta é talvez a minha maior derrota e sobre a qual não tenho nenhum controlo".

No entanto, como lutador que sempre foi, "apenas vos digo que a minha vida tem sido pautado por vários desafios, provas, obstáculos... E tenho um a um ultrapassado todos".

Mas desenganem-se os que possam pensar que este incidente o irá fazer baixar os braços, pois Frederico Morais afirma: "Paris 2024 espera por mim, que eu não desisto".

O atleta iria juntar-se, dia 24 de Julho, a Yolanda Hopkins e Teresa Bonvalot para a prova de surf que arranca na segunda-feira, que se estreia este ano entre as 33 modalidades em Tóquio.

O comunicado oficial que anunciou a ausência do surfista de Cascais, refere ainda que: "O Comité Olímpico de Portugal e a Federação Portuguesa de Surf manifestam a Frederico Morais o seu total apoio numa hora com a qual não contaria, depois de se ter preparado com tanto empenho para participar nos Jogos Olímpicos, sabendo que, na qualidade de competidor de excelência, vai encontrar motivação para enfrentar o futuro de modo a juntar-se à Equipa Portugal já em Paris 2024″.

Até ao momento é a única baixa da equipa portuguesa para o Tóquio 2020, que arrancou hoje, 23 de Julho, com a cerimónia de abertura.

RIU Hotels & Resorts

#EstamosON

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade