Liga MEO Surf – Vasco Ribeiro e Teresa Bonvalot vencem o Renault Porto Pro

Liga MEO Surf – Vasco Ribeiro e Teresa Bonvalot vencem o Renault Porto Pro
Divulgação

Vasco Ribeiro e Teresa Bonvalot conquistaram este domingo a vitória no Renault Porto Pro, a quarta e penúltima etapa da Liga MEO Surf.

Vasco e Teresa repetiram os triunfos obtidos na etapa anterior, que se havia realizado em Agosto, em Sintra.

No caso de Teresa Bonvalot, o resultado obtido no Porto serviu para carimbar o título nacional de forma antecipada. Já Vasco Ribeiro relançou-se nas contas do título masculino, que vai ser decidido na etapa final, em Cascais, de 15 a 17 de Outubro.
Teresa Bonvalot e Vasco Ribeiro conseguiram terminar no lugar mais alto do pódio depois de vencerem nas respectivas finais surfistas mais jovens e que se estrearam em finais na etapa nortenha: Kika Veselko no caso feminino e Francisco Almeida do lado masculino.

Foi uma  manhã de emoções, a final do Renault Porto Pro, com eliminações inesperadas e com os títulos em jogo. Já depois da realização da 3.ª ronda feminina, a primeira grande surpresa do dia surgiu nos quartos-de-final masculinos, com a eliminação do campeão nacional Miguel Blanco frente a Francisco Almeida.

E no heat seguinte o inesperado voltou a acontecer, com o líder do ranking Afonso Antunes a perder frente a Eduardo Fernandes e a hipotecar a possibilidade de ser campeão nacional no Porto, deixando ainda a liderança do ranking à mercê de Frederico Morais.

Embora Frederico Morais tenha conseguido cumprir com as exigências nos quartos-de-final, ao vencer Luís Perloiro num dos melhores heats do campeonato, a verdade é que depois teve pela frente Vasco Ribeiro nas meias-finais, numa verdadeira final antecipada. Vasco começou o dia a vencer o júnior Martim Paulino e depois aproveitou todo o balanço para derrotar Frederico, tal como já o havia feito nesta mesma fase na Praia Grande.
A derrota de Frederico Morais nas meias-finais impediu-o, assim, de assumir a liderança do ranking e a licra amarela para a última etapa, ficando apenas a 10 pontos de Afonso Antunes no ranking.

Mas Vasco Ribeiro ainda tinha mais para dar e na final acabou por se impor com superioridade a Francisco Almeida, com 13,70 pontos contra apenas 8,30. Um triunfo que permitiu a Vasco Ribeiro recuperar terreno na luta pelo título, onde continua a ser 3.º do ranking, mas cada vez mais perto do primeiro lugar. Vasco sai do Porto a apenas 200 pontos de Afonso Antunes e a depender apenas dele próprio para ser campeão nacional. Aliás, Afonso Antunes e Frederico Morais chegam a Cascais na mesma situação. Algo que oferece um cenário verdadeiramente emotivo para a etapa final da Liga MEO Surf 2020, pois se um dos três vencer a etapa é automaticamente campeão.

Vasco Ribeiro, vencedor do Renault Porto Pro, afirmou "“Estou-me a sentir bem e a sentir que estou de volta à melhor forma. Quando é assim, os resultados acabam por aparecer. Vencer aqui no Porto foi ótimo, pois é um sítio que adoro e onde já não ganhava há alguns anos. Foi um ótimo campeonato, com um grande dia final e ondas de qualidade. Agora, vou tentar levar este momento para as próximas provas para fechar a temporada com chave de ouro em Cascais.”

Por sua vez, Teresa Bonvalot foi a grande dominadora desta etapa desde o primeiro ao último dia. Depois de superar facilmente a 3.ª ronda e após a eliminação de Carolina Mendes (3.ª do ranking) nas meias-finais frente a Kika Veselko, Teresa ficou com a porta aberta para o título, precisando para isso de bater a campeã nacional de 2019 e 2.ª do ranking, Yolanda Hopkins, na segunda meia-final da prova. E Teresa Bonvalot não fez por menos, vencendo o duelo com 15,85 pontos contra 13,25 da adversária.

Na final, Teresa não relaxou a juntou o triunfo na etapa ao título que já tinha


Perante a vitória, Teresa Bonvalot, vencedora do Renault Porto Pro e nova campeã nacional:afirmou :“Foi a melhor maneira de acabar este dia, que foi longo, com muita coisa a acontecer. Felizmente, tudo acabou por correr bem para o meu lado e estou muito feliz por isso. Este foi um campeonato super positivo, que contou com ondas incríveis todos os dias. Na final foi um pouco diferente, talvez por as algas atrapalharem um pouco, mas acabei por conseguir juntar a vitória na etapa ao título nacional que já tinha conquistado.”

 
 
 

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade