Além das alturas: Reflexões do XII Congresso Mundial de Turismo de Montanha

por: Leonor Maltez

 XII Congresso Mundial de Turismo de Montanha destaca desafios e oportunidades para o sector.

 

No decorrer do XII Congresso Mundial de Turismo de Neve, Montanha e Bem-Estar, os principais desafios e oportunidades para o sector foram minuciosamente analisados. Sob a égide do Quinto Ano de Ação das Nações Unidas para o Desenvolvimento das Regiões de Montanha, o evento concentrou-se em temas cruciais como turismo de saúde e bem-estar, sustentabilidade e promoção de segmentos premium, bem como atracção e retenção de talentos.

Os participantes enfatizaram a necessidade urgente de abordar questões como mudanças climáticas e mudanças nas tendências de consumo, ao mesmo tempo em que reconheciam o potencial do turismo para proteger ecossistemas vulneráveis e fortalecer comunidades locais. Este encontro estratégico também explorou a importância de dados empíricos na formulação de políticas e na gestão sustentável, conforme indicado num relatório conjunto da ONU sobre o Turismo, preparado em colaboração com a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e a Mountain Partnership.

No seu discurso inaugural, o Presidente do Governo de Andorra, Xavier Espot, ressaltou a recuperação do turismo aquando da pandemia, “O turismo em Andorra recuperou os números pré-pandemia, com mais de nove milhões de turistas e 12 milhões de dormidas em 2023. No entanto, é importante procurar o equilíbrio que garanta a continuidade ambiental e o bem-estar das pessoas.”

Enquanto isso, Natalia Bayona, Directora Executiva do Turismo da ONU, enfatizou o papel vital do turismo na proteção de ecossistemas montanhosos e na promoção do desenvolvimento sustentável.

Um painel de alto nível, composto por autoridades do turismo de Andorra, Espanha e Itália, discutiu políticas para impulsionar a inovação, diversificação e sustentabilidade dos destinos de montanha. Destacaram a importância de uma abordagem coesa para garantir o desenvolvimento do turismo que beneficie directamente as comunidades locais.


A sessão sobre turismo de saúde destacou a crescente importância desse segmento para as regiões de montanha, oferecendo uma oportunidade única de valor agregado e vantagem competitiva. Os especialistas presentes ressaltaram a necessidade de diversificar productos turísticos para atrair visitantes durante todo o ano.


Além disso, o congresso referiu o papel transformador do turismo no desenvolvimento rural, exemplificado pelo sucesso de comunidades como Saas-Fee, St. Anton am Arlberg e Ordino, reconhecidas pela ONU Turismo como melhores aldeamentos turísticos. Esses representantes compartilharam as suas estratégias para evitar a sazonalidade e promover um turismo diversificado e sustentável.


Com mais de 300 participantes de 14 países, o congresso proporcionou uma plataforma abrangente para compartilhar conhecimentos e experiências. Este evento essencial reforçou o compromisso de evolução do turismo de montanha, alinhando-se às novas tendências e necessidades do sector, enquanto continua a servir como um laboratório de ideias e soluções para o futuro.

RIU Hotels & Resorts

Amsterdam City Card

Etihad Airways