Número de dormidas superiores a 500% em Fevereiro

por: Camila Mendes
Número de dormidas superiores a 500% em Fevereiro
O Turismo.PT

Portugal está a recuperar a olhos vistos, com números muito positivos

Depois de dois anos muito difíceis para o sector turístico, devido à pandemia da covid-19, a indústria reabriu e enquanto alguns países ainda estão a tentar sobreviver, outros estão a ver a sua procura a aumentar e apresentam números bastante positivos, a aproximarem-se dos números pré-pandémicos.

Chegaram a Portugal, no mês de Fevereiro, 1,2 milhões de turistas, com 2,9 milhões de dormidas registadas – estes números correspondem a aumentos de 507% e 527%, respetivamente, comparativamente com os números de Fevereiro de 2021. No entanto, se compararmos com o período pré-pandémico, Fevereiro de 2020, ainda existe um défice de 21,2% e 23,1%, respetivamente.

Os estabelecimentos hoteleiros têm tido números muito positivos. De acordo com o Instituto Nacional de Estatística (INE), as dormidas nestes estabelecimentos aumentaram 621,2%, comparativamente com Fevereiro de 2021, embora os números ainda sejam 26,4% inferiores a Fevereiro de 2020.
Os alojamentos locais também registaram um aumento, este de 281,8% - menos 6,9% dos resultados de Fevereiro de 2020.

Por outro lado, o turismo nas zonas rurais foi o único segmento que cresceu em relação a 2020 (+ 12,6%), com um aumento de 404,1% este ano, comparativamente com Fevereiro do ano passado.

Em Fevereiro, ainda segundo o INE, todos os 17 principais mercados emissores de Portugal registaram aumentos significativos, representando assim, 87% dos turistas não-residentes. A procura de dinamarqueses pelo país aumentou 1836,5%, e o número de  turistas checos, 242%. O mercado britânico representou 17,8% do número total de visitantes não-residentes, seguido dos turistas alemães, que representaram 11,5% e os espanhóis, 11,4%.  

A Área Metropolitana de Lisboa concentrou 29,2% das dormidas de todo o país, seguida do Algarve, que representou 20,3%, o Norte de seguida, com uma representação de 18,1% e a Região Autónoma da Madeira, a representar 13,5% das estadas do país.

Os números são muito positivos e mostram que o sector está a regressar, lentamente, ao que outrora tinha conquistado, embora, em comparação com Fevereiro de 2020, ainda haja um decréscimo nos números.

RIU Hotels & Resorts

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade