Programa Push4tourism procura start-ups de Turismo

por: Pedro Melo

Programa Push4tourism: procuram-se start-ups de Turismo para acelerar negócios



A Gesentrepreneur - que nos últimos cinco anos apoiou mais de 300 empreendedores no processo de criação de 200 projectos na área do turismo -, acaba de lançar o programa de aceleração push4tourism com o apoio do Turismo de Portugal, no âmbito da iniciativa FIT 2.0 – Fostering Innovation in Tourism 2021/22.

Este programa procura captar a atenção dos empreendedores já estabelecidos e que pretendam o apoio de uma equipa profissional que os capacite a conseguir chegar a uma fase de maior maturação e desenvolvimento. Os negócios candidatos devem ter ligação ao sector do turismo, um máximo de sete anos de actividade, um profissional a full-time afecto ao projecto e pelo menos um produto ou serviço com alguma atração no mercado.

O push4tourism, caraterizando-se por ser o mais recente programa de aceleração no Sector do Turismo, priorizará na sua actuação o crescimento e alavancagem dos negócios das startups incluindo, desde o primeiro momento, elementos catalisadores, aspiracionais e “facilitadores de ecossistema”, os quais funcionarão como verdadeiros elos de ligação entre as suas redes de contactos e os empreendedores participantes. Neste contexto, a concretização de negócios e projectos-piloto junto do sector Empresarial será uma força motriz deste programa, beneficiando da participação activa da figura de Pusher - empresários que funcionam como verdadeiros Tinder offline para os negócios -, mas também de empreendedores e diferentes actores do ecossistema de negócios, com forte ligação ao mundo corporativo português e mundial (e em especial à indústria do turismo).

Acresce, ainda, que do ponto de vista operacional, os empreendedores selecionados irão poder usufruir, durante seis meses, não só do apoio proporcionado por mentores especializados no suporte à dinamização empresarial, mas também de parceiros locais (Incubadoras, Parques Empresariais, Centros de pesquisa e desenvolvimento, Municípios, Comunidades Intermunicipais, entre outros), que possibilitarão aos participantes uma integração eficiente e eficaz junto dos respetivos ecossistemas de empreendedorismo regionais.

O push4tourism está alinhado com os objectivos traçados pelo Turismo de Portugal no seu “Plano de Ação Reativar o Turismo | Construir o Futuro”, pretendendo contribuir para a gestão sustentável das empresas, enriquecimento e melhoria da experiência do turista, promoção de mobilidade inteligente e sustentável, adoção de uma gestão baseada em dados e otimização das operações de negócio das empresas.

Perante esta realidade é possível constatar que “Estamos numa época desafiante, na qual se espera que a pandemia comece a ficar para trás e que a economia comece a olhar em frente. Acreditamos, por isso, existir um clima de inovação que permite perspectivar serem as empresas mais bem preparadas que irão aproveitar as novas oportunidades e necessidades dos turistas/ clientes nacionais e internacionais. Focando a sua ação na alavancagem do negócio das startups, este diferenciador programa de aceleração permitirá às equipas participantes aumentar a tração dos seus negócios e, por conseguinte, tornando-os mais atrativos aos potenciais investidores” afirma Sérgio Póvoas, coordenador do programa Push4tourism. “Nesta fase, vamos selecionar 20 start-ups para processo de aceleração, através de critérios como inovação, sustentabilidade ou escalabilidade”, conclui.

Outra questão importante são os parceiros e o que podem aportar a este programa. Ainda de acordo como o citado responsável, “a lista está em atualização, mas posso desde já confirmar que iremos contar, para além do apoio inestimável do Turismo de Portugal, com o suporte institucional da Portugal Ventures, Faculdade de Economia da Universidade do Algarve, CinTurs, Universidade Europeia, Católica & Consulted Linked, entre outros. Por outro lado, do Sector Empresarial, já podemos avançar com a menção aos parceiros Central de Cervejas, Grupo Olivier, Azai Consultores (Colômbia), Proa (Angola) e à Fundo de Maneio (Açores), sendo que se encontram em vias de formalização a colaboração de outras prestigiadas entidades do mundo empresarial. É, pois, com muita expectativa e confiança que estamos em condições de transmitir que a Equipa da push4tourism está altamente comprometida com o sucesso das startups e que não vemos chegar a hora de colocar as mãos na massa”.

Mais sobre o push4tourism

O Push4tourism é um programa promovido pela GesEntrepreneur, cujo objetivo principal passa por disponibilizar a todos os empreendedores com negócios na Indústria do Turismo, as melhores práticas dos programas de ACELERAÇÃO (e em particular no domínio do Turismo), beneficiando da evolução que estes programas têm vindo a registar, nomeadamente através do feedback transmitido pelos participantes, diversos Stakeholders e em particular pela equipa de profissionais do Turismo de Portugal que de forma permanente e tempestiva monitorizam os diversos indicadores de performance que se encontram associados à dinamização desta tipologia de programas.

O sucesso alcançado nas edições anteriores ao nível da ideação de ideias de negócio, a experiência acumulada na respetiva organização e o acesso privilegiado a uma rede de parceiros e mentores de alto valor acrescentado, permite ambicionar que o Push4tourism se possa posicionar como um Programa diferenciador no domínio da aceleração de negócios no setor de Turismo e, com isso, proporcionar a todos os empreendedores participantes o acesso ao maior número possível de contactos com o mundo empresarial e o relacionamento com os respetivos empresários e demais Stakeholders.

Sobre a Gesentrepreneur

A GesEntrepreneur encontra-se integrada num Grupo empresarial (Grupo Gesbanha) com total ligação à génese e ao desenvolvimento do Ecossistema Empreendedor Nacional e Internacional. Em concreto, o potencial sinérgico com a empresa do Grupo, a Gesventure, que foi a primeira Venture Catalyst a atuar no mercado português, e que ao longo dos seus 22 anos de existência (i) apoiou a angariação de mais de 9 Milhões de Euros de capital para start-ups, (ii) mediou/ participou em operações de mais de 138 Milhões de Euros para processos de Corporate Finance (incluindo Fusões & Aquisições, criação de Fundos de Capital de Risco Corporativos, Buyouts), (iii) fez parte dos membros fundadores da Associação Mundial de Business Angels, e (iv) desempenhou um papel determinante para a criação dos primeiros fundos de coinvestimento de Business Angels. Assim como a própria experiência do fundador do Grupo, Francisco Banha, um dos pioneiros do Ecossistema Empreendedor português, doutorado em Ciências Económicas e Empresariais com especialização em Empreendedorismo, membro de diferentes organizações da comunidade empreendedora nacional e internacional, e fundador de mais de uma dezena de empresas em 35 anos de carreira.

A GesEntrepreneur tem escritórios em Lisboa, Coimbra, Caxias, Braga e Ponta Delgada -  Caxias – Hub Office, Coimbra –CTCV, Lisboa – Ávila Spaces e Ponta Delgada  - UnOffice -, o que permite aos empreendedores com quem se relaciona excelentes condições de acesso a infraestruturas de suporte à inovação e ao empreendedorismo, mas também a uma intensa e proactiva comunidade empresarial, científica e tecnológica.

--

        

        

RIU Hotels & Resorts

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade