ADAPTAR Turismo - Apoios melhorados para empresas de Animação Nocturna

O programa ADAPTAR Turismo, anunciado recentemente pelo Governo traduz-se num incentivo financeiro a fundo perdido até 15 mil euros por empresa, destinado a pequenos investimentos, para que as empresas do sector possam adequar a sua oferta às novas condições de operação.


No entanto, há a possibilidade de as empresas da animação nocturna (bares e discotecas) virem a beneficiar de uma majoração no apoio a conceder. Estas empresas preparam-se para reabrir portas após mais de um ano e meio de encerramento obrigatório e faturação zero, sendo imprescindível a requalificação dos espaços e equipamentos, implicando investimentos significativos para a tão esperada reabertura.

É assim de maior importância que o programa ADAPTAR Turismo considere estas despesas como elegíveis e aplique uma majoração no apoio a conceder.

 

 Por outro lado a AHRESP defende um novo período de candidaturas ao novo Incentivo à Normalização da Actividade Empresarial, atribuído pelo IEFP, destinado exclusivamente às empresas que mantiveram a sua actividade encerrada por obrigação legal até 30 de Setembro de 2021, como é caso da animação nocturna (bares e discotecas) e, por isso, não recorreram a este incentivo dentro dos prazos estipulados.

O referente apoio, que corresponde ao valor monetário de dois salários mínimos por trabalhador, afirma-se como um elemento de elevada importância no que toca ao recomeço da actividade da animação nocturna, após mais de um ano e meio completamente encerrada.

RIU Hotels & Resorts

#EstamosON

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade