Que cuidados deve ter, com a sua habitação, nas suas férias

Que cuidados deve ter, com a sua habitação, nas suas férias
O Turismo.PT

Durante o período de férias, existe um índice de assaltos a residências mais elevado quando comparado com outras alturas do ano.

Neste sentido, a empresa de segurança Privada COPS, chama à atenção para as seguintes quinze medidas a tomar quando deixar a sua casa para ir de férias:
 

  • Verifique, sempre, se os acessos à residência se encontram bem fechados, nomeadamente portas e janelas;
  • Não deixe mensagem no correio de voz do telefone a informar que está de férias e evite promover essa ausência nas redes sociais;
  • É importante criar a ilusão de movimento em casa, neste sentido, um investimento num temporizador que liga e desliga as luzes e outros aparelhos como televisões e rádios por alguns períodos é uma medida que, por norma, afasta os visitantes indesejados;
  • Ter boas fechaduras nas portas de acesso;
  • No caso de residir num prédio, tenha em atenção que uma boa iluminação do edifício é fundamental;
  • Investir em câmaras com gravação, nas portas de acesso e hall de entrada, garagens e acesso aos elevadores e colocar avisos obrigatórios por lei de existência de sistema de circuito fechado de televisão em locais visíveis é bastante dissuasor de tentativas de intrusão. Tal facto aumenta em muito a segurança de todos os condóminos, bem como dos seus bens;
  • Com a evolução tecnológica que temos vivido, neste momento é possível assistir a gravações em tempo real da sua residência, através do seu telemóvel ou outro dispositivo móvel, bastando para tal ter acesso à internet;
  • Ter um sistema de alarme de detecção de intrusão, complementado por um sistema de circuito fechado de televisão ligados a uma empresa de segurança privada, além de ser um elemento bastante dissuasor é igualmente uma grande ajuda, caso os amigos do alheio invadam o seu domicílio, pois os sinais e imagens são tratados por vigilantes qualificados, que sabem como reagir de imediato a qualquer tentativa de intrusão;
  • Evite criar rotinas pois desta forma é muito mais difícil os intrusos monitorizarem os seus hábitos;
  • Não deixar objectos de valor visíveis do exterior da sua residência e se possível, fechar persianas e cortinados;
  • Fazer o reencaminhamento das chamadas para o telemóvel, um telefone fixo sempre a tocar significa ausência de pessoas na casa;
  • Se reside numa moradia deve assegurar boa iluminação exterior durante a noite;
  • Ter a atenção de ligar o sistema de alarme ou de videovigilância durante as férias;
  • Solicitar junto de alguém de confiança para ir visitando a sua residência durante as férias;
  • Como alternativa, tem igualmente desde 1 de Julho e até 15 de Setembro o programa Verão Seguro – Chave Directa da PSP e GNR, em que agentes da autoridade fazem rondas inopinadas à sua residência durante a sua ausência. 

 
De acordo com Paulo Fonseca, "este é um período crítico e que pode ser a melhor altura do ano (..) que pode tornar-se num real pesadelo, caso não sejam tomadas em atenção estas necessárias medidas".

RIU Hotels & Resorts

#EstamosON

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade