Abertas candidaturas ao Programa FIT 2.0

Abertas candidaturas ao Programa FIT 2.0
O Turismo.pt

Até 31 de Agosto o Turismo de Portugal aceita candidaturas ao Programa FIT – Fostering Innovation in Tourism 2.0


Trat-se de uam inicitiva uma iniciativa que se destina exclusivamente a “programas de ideação, de aceleração e inovação aberta promovidos por incubadoras”.

 

Esta será a 5.ª edição de um programa dirigido sobretudo “para o desenvolvimento de uma rede de incubadoras de empresas” cujo objectivo é centrarem a atenção no “desenvolvimento de ideias, soluções, produtos e modelos de negócio associados ao turismo, com capacidade de revitalizar e potenciar a inovação e o crescimento competitivo do sector”.

O Programa FIT 2.0 tem como objectivo central o apoio a programas de “ideação, de aceleração e inovação aberta que possam contribuir para a construção de empresas e destinos turísticos mais sustentáveis, mais responsáveis e ainda mais resilientes”.

E, nesse sentido, serão desenvolvidos em parceria entre as incubadoras nacionais, as empresas e a academia, com particular incidência na retoma e na competitividade da actividade turística.

O programa FIT 2.0 integra dois regulamentos - Regulamento FIT 2021/2022 Programas de Ideação e Regulamento FIT 2021/2022 Programas de Aceleração e Inovação Aberta - que têm como objectivo dar resposta a desafios como:gestão sustentável das empresas e dos destinos turísticos; enriquecimento e melhoria da experiência do turista;
promoção da mobilidade inteligente e sustentável; gestão baseada em dados; optimização das operações de negócio das empresas.

Com 950 mil euros, como dotação global, “os programas de aceleração e inovação aberta permitem às startups selecionadas melhorar os seus modelos de negócio e identificar novos clientes e potenciais investidores”.

Por outro lado a rede de Escolas do Turismo de Portugal acolhe os programas de ideação, que têm como objectivo a dinamização de novos projectos de negócio no turismo. A dotação global é de 250 mil euros.

O Programa FIT 2.0 é uma das medidas do Plano “Reactivar o Turismo | Construir o Futuro”, que pretende incentivar a retoma da actividade turística nacional, lado a lado com os objectivos da Estratégia Turismo 2027, que visam posicionar Portugal como um hub internacional especializado em turismo e uma referência na produção de bens e serviços para a atividade turística à escala mundial.

O Turismo de Portugal irá ainda desenvolver, no contexto do Plano “Reativar o Turismo | Construir o Futuro”, um programa específico que pode dispor até 15% da dotação global de cada Regulamento, para promover e consolidar o rápido e estruturado acesso ao mercado de startups participantes nos programas FIT.

Nas quatro edições anteriores, o programa do Turismo de Portugal já apoiou 56 programas de ideação, aceleração e inovação aberta, com um incentivo global de 4 milhões de euros, envolvendo mais de mil participações de startups e projetos.

O apoio é destinado a incubadoras que assinaram ou venham a assinar o protocolo FIT com o Turismo de Portugal, até 31 de Agosto, disponível em:

RIU Hotels & Resorts

#EstamosON

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade