Código Internacional para Protecção de Turistas

Os governos juntam-se aos responsáveis do sector para criar os princípios de um Código Internacional para a Protecção dos Turistas.


Mais de 100 países, para além de organizações internacionais e importantes grupos empresariais, acordaram em adoptar medidas harmonizadas para ajudar os turistas apanhados em situação de emergência.


A Comissão para a elaboração de um Código Internacional para a Protecção dos Turistas redigiu em consenso o texto dos dois primeiros capítulos do código que contêm os sete princípios chave de um instrumento histórico cujo objectivo é o de restabelecer a confiança nas viagens internacionais depois da Covid 19

A importância da harmonização dos protocolos, o equilíbrio, a coordenação, a cooperação e a acessibilidade, são alguns dos sete princípios básicos acordados pela Comissão encarregada de fazer avançar o código de “assistência aos turistas internacionais em situações de emergência”. Publicado pela Organização Mundial de Turismo (OMT) proporcionará orientação aos países de todo o mundo sobre como ajudar os turistas afectados por situações de emergência, incluindo as sanitárias sem ficar limitado por elas.

A Comissão também chegou a acordo sobre um conjunto de recomendações relacionadas com a prestação de informação, assistência e caso seja necessário, o repatriamento de turistas afectados por situações de emergência.

Espera-se que deste processo de consulta resulte um código de protecção de turistas reconhecido internacionalmente antes do fim do ano.

RIU Hotels & Resorts

FITUR 2021

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade