UBER vai permitir aos motoristas duplicarem o valor da viagem, se assim o desejarem

Se é utilizador das plataformas de Transporte Individual e Remunerado de Passageiros em Veículos Descaracterizados (TVDE), fique a saber que o motorista da UBER poderá aumentar o valor da viagem, se assim o desejar.

A UBER Portugal vai permitir que os seus motoristas tenham um maior controlo sobre os preços cobrados aos passageiros na cidade de Lisboa.

O Jornal on-line ECO noticiou que todos os condutores ao serviço da maior plataforma de TVDE em Portugal, "podem agora optar por aplicar um ´'multiplicador' que incide sobre o preço final da corrida. No limite, este pode baixar num fator de 0,7 ou subir até ao dobro do preço que seria normal".

A opção do “multiplicador” é uma novidade no mercado nacional, uma vez que os preços das viagens nas plataforma sempre foram definidos pela multinacional norte-americana. Ao que o ECO apurou, a "informação foi comunicada esta quinta-feira à tarde aos motoristas e parceiros da plataforma e, para já, não estará disponível noutras cidades do país".

Ou seja, uma viagem que "custaria 10 euros pode passar a custar 7 euros no cenário mais favorável, ou 20 euros no cenário mais desfavorável", conforme o jornal de Economia — "isto é, o dobro".

No entanto uma viagem que "normalmente custaria 15 euros passará a custar, no limite, entre 10,5 euros (um desconto de 4,5 euros) e 30 euros (um acréscimo de 15 euros, para o dobro)".

Os motoristas também podem não mexer no valor, sendo aplicada a tarifa normal. Ou seja, seguindo o exemplo acima, uma viagem de 15 euros terá o mesmo valor. A UBER continua a retirar 25% do valor total da viagem, de comissão,  não tendo reflexo directo no preço a pagar pelos clientes da empresa de transporte.

Segundo o ECO, "o método de cálculo do preço base mantém-se: são cobrados 90 cêntimos a partir do momento em que começa a viagem, somando-se 9 cêntimos por minuto e 59 cêntimos por quilómetro contabilizados em simultâneo".

Mas para que não existam surpresas desagradáveis, ao entrarem na viatura, os passageiros irão ver o preço final , já com a indicação do multiplicador definido pelo condutor, podendo decidir aceitar ou rejeitar o serviço. Mas se "existirem tarifas dinâmicas mais elevadas do que o “multiplicador” escolhido pelo motorista, é aplicado o preço mais elevado".

RIU Hotels & Resorts

FITUR 2021

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade