A Música está mais pobre, morreu José Mário Branco

Com 77 anos morreu na madrugada deste 19 de Novembro o músico José Mário Branco

 

José Mário Monteiro Guedes Branco, mais conhecido como José Mário Branco, nasceu na cidade do Porto a 25 de Maio de 1942.

 Ligado à cantiga de intervenção, da  sua extensa obra destaca-se o álbum “Mudam-se os Tempos, Mudam-se as Vontades”, de 1971, um marco não só na sua carreira mas também na história recente da música portuguesa.

Filho de professores primários, cresceu entre o Porto e Leça da Palmeira. Iniciou o curso de História, primeiro na Universidade de Coimbra, depois na Universidade do Porto mas não terminou. Expoente da música de intervenção portuguesa, foi perseguido pela PIDE até se exilar em França, em 1963. Em 1974 regressou a Portugal e fundou o Grupo de Ação Cultural – Vozes na Luta!, com o qual gravou dois álbuns.

O seu papel no fado também foi ficando cada vez mais preponderante com o passar do tempo, tendo, por exemplo, produzido todos os discos do fadista Camané e não só.

Mídia

Fim do Ano

Fim do Ano

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade