Estudo do ISAG revela que o Porto é a “cidade de turistas felizes.”

Segundo um estudo levado a cabo pelo Núcleo de Investigação do ISAG – European Business School (NIDISAG) 90% dos turistas que visitam o Porto se sentem “muito felizes”prometendo voltar (77%)

 


Eleito por três vezes como Melhor Destino Europeu (2012, 2014 e 2017), parece que a cidade do Porto continua a fazer feliz quem por lá passa.

Este é o resultado do estudo do Núcleo de Investigação do ISAG – European Business School (NIDISAG), realizado no final do ano passado “junto de centenas de visitantes portugueses e estrangeiros que se encontravam na cidade.”

No total, foram entrevistados turistas de 48 nacionalidades, com destaque para os alemães (12,5%), brasileiros (10,5%), franceses (8,3%) e britânicos (7,9%), todos revelando uma estadia média na cidade de 4,9 noites.

Falando dos factores que levaram a visitar ao Porto, há a salientar importância atribuída a “saborear a gastronomia e conhecer Chefes portugueses” (4,21 em 5), “relaxar/descansar” (4,15 em 5), e “visitar património/monumentos/museus” (4,1 em 5).
Quase metade dos turistas justificou ainda a escolha pelo Porto devido à possibilidade de “visitar as caves de vinho do Porto” (42,94%).

 

De acordo com os resultados obtidos, 90% dos inquiridos revelaram um elevado nível de satisfação com a cidade, sendo que 85% afirmaram que foi no Porto que se sentiram mais felizes, quando comparado com outras cidades. O elevado grau de felicidade (4,42 em 5) foi sobretudo nos turistas estrangeiros, com alemães, brasileiros e holandeses a posicionarem-se no TOP 3.

Adjectivos como “emocionante”, “divertido” ou “inesquecível” foram algumas das palavras mais usadas para descrever a experiência global na cidade do Porto, o que justifica a elevada intenção de voltar (77,25%). E quando questionados sobre a perceção de felicidade à sua volta, garantiram que sentiam que as pessoas se encontravam felizes durante a estadia na cidade, numa classificação de 4,25 em 5.

De acordo com as coordenadoras do NIDISAG e autoras deste estudo, as investigadoras Ana Pinto Borges e Elvira Pacheco Vieira, “temos desenvolvido, ao longo dos últimos anos, vários estudos ligados a grandes eventos na cidade e percebemos, ano após ano, que o número de visitantes estrangeiros tem aumentado significativamente, muitas vezes devido à reputação da cidade no panorama internacional. Quisemos, por isso, perceber quais os pontos de interesse mais atrativos para os turistas, quais as suas motivações e se de facto a cidade cumpre com as suas elevadas expectativas. Os resultados superaram as nossas melhores previsões”.


O estudo, intitulado “Porto versus Well-Being”, foi realizado com base em 1253 entrevistas a visitantes nacionais e internacionais, que se encontravam no Porto em outubro de 2018. O principal objetivo foi avaliar o nível de satisfação perante a cidade do Porto, bem como o nível de bem-estar proporcionado durante toda a estadia.

Fim do Ano

Fim do Ano

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade