Trabalhadores da Uber em greve dia 10 de Maio

Na véspera da entrada em Bolsa, da Uber, os motoristas decidem fazer uma paralisação mundial.

 

A multinacional Uber irá entrar em bolsa dia 10 de Maio, mas os motoristas da aplicação decidem fazer uma paralisação mundial.

A greve serve como protesto contra as condições de trabalho precárias que a empresa oferece, que contrastam com as avultadas quantias que os investidores esperam receber, quando a Uber entrar no mercado de valores.

A empresa não revela qual o preço a que pretende entrar em bolsa, nem a data, mas calcula-se que a oferta pública inicial aconteça na sexta-feira, noticiou o Dinheiro Vivo.

Com cerca de três milhões de motoristas no mundo inteiro, desconhece-se o efeito que o protesto terá no serviço da aplicação.

São várias as cidades que aderiram à paralisação, em países como os Estados Unidos, Austrália, Reino Unido e Brasil.

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade