Gabriel passou de mansinho mas Helena promete chuva, vento trovoada

Protecção civil alerta para a passagem da depressão Helena que trará cheias rápidas, inundações de caves e estruturas subterrâneas, queda de ramos e árvores e derrocadas.

 

Estão reunidas as condições para cheias rápidas, inundações de estruturas urbanas subterrâneas, queda de ramos e árvores e derrocadas.


Em nota recebida da Protecção Civil, a depressão Helena vem acompanhada de chuva, neve, vento forte  “com possibilidade de formação de fenómenos extremos de vento” e ainda “agravamento da agitação marítima em toda a costa”.


A precipitação será “pontualmente forte”, entre 10 a 20 milímetros por hora, e irá afectar principalmente as regiões Norte e Centro já a partir da tarde desta quinta-feira. Na sexta-feira as coisas complicam-se: a chuva poderá ser acompanhada de trovoada e granizo.

O vento poderá soprar “moderado a forte no litoral (<45 km/h) e nas terras altas (<50 km/h)”, refere o mesmo comunicado, com rajadas “que podem atingir os 110 km/h nas terras altas e 85 km/h no litoral” a norte do cabo Mondego.

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade