Pride Month começa hoje, agora sem manifestações e em reflexão

Este Pride Month tem a classificá-lo o cancelamento de inúmeras actividades que marcam a comunidade e sobretudo que marcam o encontro de amigos.



Hoje começa o LGBT- Pride Month, tipicamente um mês onde brilha o arcoiris e há reflexão.

O primeiro Pride foi um protesto fora de Stonewall Inn em Nova Iorque, em 1969 conduzido por mulheres negras transgénero.

Mas o corona vírus obrigou a mudança de planos nas celebrações do Pride neste ano, devido às restrições de viajar e também a juntar grandes grupos, componentes chave para qualquer comemoração.


Mas nada disto significa que o Pride foi realmente “cancelado”, quer seja homossexual ou um aliado. As celebrações estão vivas e bem de saúde e acontecerão virtualmente em pequenos grupos distantes.


Pride também em muitos locais do páis em acções de protesto sobre a morte de George Floyd, o sistémico racismo da polícia: uma oportunidade de lembrar as raízes do Pride em protestar contra iniquidades.

 

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade