Bolsa de Ouro é o "juntar a velha guarda com os novos talentos"

Bolsa de Ouro  é o "juntar a velha guarda com os novos talentos"
O Turismo . PT

A grande final do concurso de novos talentos do transformismo nacional, Bolsa de Ouro, decorreu na Academia de Santo Amaro, de onde saiu vencedor "Dama de Paus".

O Bolsa de Ouro foi uma ideia de Alberto e Luís, de nome artístico Roxy Vieira e Victoria Village, com o objectivo de "juntar a velha guarda com os novos talentos", explicou Alberto.

O concurso decorreu com três eliminatórias, numa discoteca LGBT da Grande Lisboa, porque "estávamos lá a trabalhar", explicou Luís. No entanto "quisemos fazer a final numa sala", pois "o espectáculo merecia", acrescentou.

Uma vez que o actor Paulo Vasco foi jurado na segunda eliminatória, "falámos com ele para que pudéssemos fazer a final na Academia de Santo Amaro", uma ideia "que achou interessante, acabando por aceitar".

Paulo Vasco explicou no espectáculo da final que "a Academia de Santo Amaro está de portas abertas para todos os espectáculos", salientando não existir nenhum tipo de rótulo, uma vez que "se trata de um espectáculo de qualidade". O actor acrescentou "graças a espectáculos como estes, faz sentido ter este sistema de luzes e som". Recordando que se trata de "uma colectividade de bairro, mas que está de portas abertas a toda a gente".

Numa conversa informal, depois de desligado o gravador, Alberto referiu que Paulo Vasco "sempre foi muito educado, respeitador, profissional e com muita vontade em ajudar".

Foram seis novos talentos que pisaram o palco da Academia de Santo Amaro, num espectáculo em que a qualidade foi grande. Destacamos duas interpretações, Ashley Fox com "Je Suis Malade" e "Dama de Paus" com "Take me to Church".

No primeiro caso um tema que já foi interpretado por muitos transformistas, inclusive primeiras figuras. Não foi feliz na sua interpretação, pois teve alguns problemas com a coreografia e guarda roupa. No entanto o final da actuação veio recuperar alguns dos pontos perdidos.

Já o vencedor foi muito bom em toda a sua interpretação, fazendo com que a plateia entendesse a fortíssima mensagem que quis passar sobre "a saída do armário". A sua actuação fez levantar a Academia de Santo Amaro com grandes aplausos.

Em Março, realizou-se a primeira eliminatória, com "a Grande Rainha do Travesti Nacional", Deborah Kristal, tendo sido "um orgulho e privilégio ter no encerramento Zizi Mayer. Foi sem dúvida uma mais valia, pois sem nos conhecer, acreditou e quis estar connosco".

As maiores dificuldades, como na maior parte dos projectos, prende-se com "falta de apoios", para entre outras questões, "não ter de dizer aos artistas que não irão ter remuneração", referiu Alberto. O produtor explicou ainda que "não posso pensar que só com os novos talentos posso encher uma casa. Tenho de ir buscar artistas mais conhecidos, para me ajudar a encher uma casa".

Como artistas convidados estiveram: Ruben Pires, Betty Brown, Tina T, Jennifer Close e Zizi Mayer. Também actuaram, após o concurso, Gonçalo Conceição, Sanmyra Guimarães Summer, Laysa Star, Elsa Martinelli, Luna e Carla Rodrigues.

Roxy Vieira trabalha como transformista, profissionalmente, há oito anos. Tendo actuado em Leiria, Caldas da Rainha, Lisboa e outros lugares.

A Bolsa de Ouro de 2019 iniciará as inscrições em breve, tendo a sua primeira eliminatória em Março.

Mídia

O Turismo.PT
Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade