Proibição do Estados Unidos obriga a mudança de itinerários dos cruzeiros nas Caraíbas

Face à situação criada pela proibição dos Estados Unidos relativamente a Cuba, o Grupo Royal Caribbean Cruises Ltd. emitiu uma nota de esclarecimento sobre a situação criada pelo governo norte-americano.

 

Nessa nota pode ler-se que tendo a mudança de política do governo dos Estados Unidos, “que impõe restrições imediatas às viagens de navios de cruzeiro entre os EUA. e Cuba,  informamos os nossos hóspedes que foi feita uma revisão e reduzido o número de itinerários com escalas em portos cubanos.


Deste modo e em conformidade com a proibição estabelecida “Todas as viagens de 2019 no Majesty of the Seas e no Empress of the Seas terão portos alternativos nas Caraíbas. Os hóspedes terão a opção de cancelar a sua reserva atual com reembolso total ou manter a data de partida com o novo itinerário e receber o reembolso de 50%.”


E o Grupo Royal Caribbean Cruises Ltd termina afirmando:”Estamos a trabalhar em itinerários alternativos para as viagens de 2020 e iremos partilhar esses detalhes com os hóspedes e Agentes de viagem, assim que estiverem disponíveis.”

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade