Plano Ferroviário Nacional em estado de formação

Plano Ferroviário Nacional em estado de formação
O Turismo.PT

As sessões públicas regionais do Plano Ferroviário Nacional (PFN) arrancam na próxima semana, com o objectivo de identificar as necessidades de cada região do continente e recolher contributos para o documento.

As sessões públicas regionais arrancam na próxima semana, com vista à elaboração do PFN e “serão divididas em duas partes: reuniões internas com as CCDR e entidades intermunicipais pela manhã e uma sessão pública, transmitida online, e aberta à participação de todos pela tarde", informou o Ministério das Infraestruturas e Habitação, em comunicado.

Estes momentos definem-se pelo objectivo de “ouvir as expectativas e perceber as ambições concretas que cada população e meio empresarial das respectivas regiões, tem para o transporte ferroviário de passageiros e mercadorias”.

As sessões terão início na Comissão Coordenadora do Desenvolvimento Regional (CCDR) do Centro, a 15 de Julho, seguindo para o Algarve, no dia 19 de Julho. No Alentejo será no dia 22 de Julho, e na região de Lisboa e Vale do Tejo a 26 do mesmo mês. O dia 27 de Julho representará a conclusão deste percurso no Porto.

A auscultação às regiões faz parte da primeira fase de elaboração do Plano Ferroviário Nacional, apresentado no dia 19 de Abril de 2021. Desde então, o Governo já recebeu 228 contributos de cidadãos individuais, associações de cidadãos, ligadas ao sector empresarial ou à defesa do ambiente, entre outros”.

Uma vez terminado este circuito por Portugal e após recolha de todos os contributos, o Governo dará início à redacção do Plano, que se espera estar concluído no primeiro semestre do próximo ano.

O PFN é o instrumento que irá definir a rede ferroviária que assegura as comunicações de interesse nacional e internacional em Portugal. Com este plano, pretende-se conferir estabilidade ao planeamento da rede ferroviária para um horizonte de médio e longo prazo”.

A adopção de um Plano Ferroviário Nacional está prevista no programa XXI do Governo Constitucional. Este estabelece ainda como objectivos, a instalação da ferrovia em todas as capitais de distrito, promover ligações mais eficientes entre Lisboa e Porto e assegurar uma cobertura adequada do território e a ligação dos centros urbanos mais relevantes.

O PFN tem ainda o objectivo de promover melhores ligações da rede ferroviária às infraestruturas portuárias e aeroportuárias, bem como as ligações transfronteiriças ibéricas, a integração na rede transeuropeia e “deverá garantir a integração do modo ferroviário nas principais cadeias logísticas nacionais e internacionais”.

Antes de cada uma das sessões serão divulgados os acessos, bem como toda a informação necessária, na página do PFN.

João Maria Aguiar de Sousa

RIU Hotels & Resorts

#EstamosON

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade