OMT cria programa de Assistência Técnica para recuperação do Turismo

A Organização Mundial de Turismo (OMT) colocou no mercado um Programa de Assistência Técnica para Recuperação do Turismo que apresenta aos Estados Membros uma orientação como resposta ao Covid-19.


O programa estrutura-se em três pilares principais: recuperação económica, marketing e promoção e fortalecimento institucional e criação de resiliência.

A Organização Mundial de Turismo identificou três possíveis cenários para o turismo, um dos sectores económicos e sociais mais duramente atingidos.

Tendo em conta a evolução nas restrições de viagem nos próximos meses, a chegada de turistas internacionais poderá criar entre 60% e 80% em 2020.

Este facto poderá traduzir-se numa perda de proveitos do turismo entre 910 milhões e 1,2 biliões de dólares de dólares dos EEUU, pondo em risco entre 100 a 120 milhões de empregos.

A nível social a repercussão poderá ser igualmente desafiante para muitas sociedades em todo o mundo.
Por isso devemos apoiar o sector turístico agora com medidas reais para que quando recupere esteja mais forte e sustentável.
Neste contexto a Organização Mundial de Turismo preparou um Programa de Assistência Técnica para a Recuperação do Turismo da Covid-19, que tem como objectivo ajudar os governos, o sector privado e os organismos doadores a defrontar esta emergência esta emergência socio económica sem precedentes.

O secretário geral da OMT, Zurab Pololikashvili, afirma; “Devemos apoiar o sector turístico agora com medidas reais uma vez que nos preparamos para que quando recupere seja mais forte e mais sustentável. Os planos e programa de recuperação do Turismo traduzir-se-ão em postos de trabalho e crescimento económico, não só no próprio turístico, como no conjunto da sociedade. O programa de apoio ajudará os governos e as empresas a pôr em prática as recomendações para a recuperação”.

Uma chamada à acção implementando medidas económicas, promocionais e institucionais
Ao mesmo tempo que o conjunto de recomendações que a OMT difundiu como chamada à acção para diminuir o impacto socioeconómico do Covid-19 e que contam com o apoio do Comité Mundial de Crise para o Turismo da OMT, o programa já identificou três potenciais espaços de intervenção para acelerar a recuperação do Turismo: o económico, o promocional e o institucional.

O Programa de Assistência Técnica para a Recuperaçãodo Turismo depois da Covid-19 advoga a introdução de políticas e medidas que estimulem a recuperação económica do sector turístico

Paralelamente, deberían llevarse a cabo evaluaciones de necesidades y planes nacionales específicos para la recuperación del turismo, entre otras medidas.

No que respeita ao marketing e promoção a OMT está pronta para proporcionar assistência técnica a fim de serem identificados os mercados que podem ajudar a acelerar a recuperação, abordando a diversidade de produtos e (re)formulando estratégias de marketing e actividades de promoção.

O terceiro pilar, o fortalecimento institucional e a criação de resiliência tem como objectivo principal melhorara as alianças publico privadas promovendo esforços de recuperação para a recuperação do Turismo, bem como melhorar a capacidade de gestão da crise e recuperação.


A OMT trabalha também como parte de uma resposta mais alargada das nações Unidas à Covid-19, teimando em defender o papel que o Turismo tem na protecção aos países em desenvolvimento e dos membros mais vulneráveis da sociedade face aos piores impactos da actual crise.

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade