Resort Vale do Lobo abre restaurantes dedicados às tascas e à doçaria

por: Joana Quintas
Resort Vale do Lobo abre restaurantes dedicados às tascas e à doçaria
Vale do Lobo

Vale do Lobo sempre esteve na vanguarda da inovação, desde a visão do seu fundador em 1962. Este é o momento de dar o próximo passo na evolução do resort, com a inauguração de dois novos restaurantes.

Agora serão proporcionandas experiências gastronómicas "inovadoras de excelência e que revelam a verdadeira essência de Portugal" com a inauguração de: Tinto Vale do Lobo e Doce Vale do Lobo.

O primeiro destes restaurantes, geridos por Vale do Lobo, chamado Tinto, "presta uma homenagem às tradicionais tabernas portuguesas". É uma referência aos locais sociais onde os agricultores e os pescadores se reuniam após o trabalho para partilhar histórias sobre pratos simples e autênticos, acompanhados de vinhos da região.


O estabelecimento foi idealizado para agradar a todos os sentidos, com uma eclética decoração, desde mesas altas que evocam o ambiente de uma taberna portuguesa, a mesas de refeição mais intimistas. Tem capacidade para 120 pessoas, com opção de escolha entre as mesas interiores ou o terraço exterior, com vistas sobre o complexo balnear Praça de Vale do Lobo e o Oceano Atlântico.

O menu de 40 petiscos, pretende despertar os sentidos numa viagem de aromas e sabores. Estas iguarias de degustação trazem sabores das "tascas tradicionais do Norte de Portugal, das ricas terras agrícolas da zona Centro e da região Sul do Algarve". Os clientes podem pedir quantos pratos desejarem para provar, cada um "com a sua própria história e herança". A equipa do restaurante "partilha de uma forma especial as suas próprias origens regionais nos pratos disponíveis, proporcionando uma experiência verdadeiramente imersiva".

Algumas das iguarias regionais do Tinto incluem tiras de choco com maionese de limão e alho, cabrito assado em vinho, uma leve e fresca salada de polvo e um arroz de forno com enchidos tradicionais.

Por sua vez, as harmonizações com os vinhos locais elevam a experiência de degustação. Ao entrar no restaurante, os clientes são recebidos por uma "impressionante garrafeira que revela a fantástica selecção de vinhos deste novo espaço, todos portugueses". Os clientes são brindados com um copo de espumante de boas-vindas enquanto se acomodam para fazer os seus pedidos. Podem, então, escolher a maioria dos vinhos também disponíveis a copo, apreciando as combinações perfeitas para os diversos petiscos.

O restaurante está aberto diariamente das 12:00 às 23:00.

O Director Geral do Resort afirma: "Seja depois de um dia de trabalho, de lazer activo ou simplesmente de um momento mais descontraído e relaxado ao sol, este é o momento de visitar o Tinto."


Já, o restaurante Doce, segundo espaço gastronómico, trata-se de "uma verdadeira ode à exuberante herança da pastelaria portuguesa". O Doce apresenta "uma pastelaria requintada", uma ampla selecção de sumos e smoothies, saladas elaboradas com os ingredientes locais mais frescos e uma versão portuguesa especial do chá da tarde. O folhado de salmão, rúcula e queijo, a salada de pera e bulgur com grão-de-bico são algumas das ofertas do espaço. Para um revigorante impulso vitamínico, os smoothies deste espaço incluem o Morning Energy, o Mighty Green e o vibrante Beet & Blend.

O Doce disponibiliza também uma grande variedade de pães pautados pela tradição e sabores nacionais, todos confecionados no local. O ambiente acolhedor e familiar adapta-se a visitantes de todas as idades, enquanto um serviço de entrega de pão está ainda disponível para proprietários, residentes e hóspedes de Vale do Lobo.

Numa harmonização perfeita, os pratos do Doce são combinados com os sabores e aromas dos grãos de café bem como de uma ampla selecção de infusões e misturas de chá. De igual modo, e para os verdadeiros apreciadores de café que valorizam os grãos mais refinados, têm à sua disposição o Jamaican Blue, enquanto aqueles que têm um espírito mais aventureiro podem aqui experimentar o kopi luwak, também conhecido como café civeta. Entre as opções regionais de chá estão a Infusão Mística, com hortelã-pimenta, oliveira e videira, e a Infusão de Meio de Verão, com aromas de orégãos, camomila, louro e nogueira.

Aberto das 08:00 até ao pôr-do-sol, o Doce dá as boas-vindas a clientes de todas as idades para desfrutarem da sua variedade de pastelaria portuguesa, saladas saudáveis, sumos naturais, pães e muito mais, acompanhados por alguns dos melhores cafés de todo o mundo e blends de chá excecionais.


Eduardo Johnston da Silva afirma: “Colocámos o ADN português no cerne da nossa oferta culinária com estas novas experiências gastronómicas em Vale do Lobo, totalmente geridas por nós, que oferecem a essência de Portugal num prato. Não se trata apenas dos sabores – são os aromas e os sentimentos que ecoam séculos de agricultura, pesca e panificação.”

O dirigente acrescenta: “No Tinto, os clientes podem deliciar-se com uma experiência diferente a cada visita. É uma verdadeira celebração dos incríveis sabores autênticos e das tradições de Portugal.  Este espaço constitui uma verdadeira ode ao património português em Vale do Lobo.”

O responsável pelo Resort explica: “No Doce, revelamos outro lado do património português – petiscos leves e delícias doces repletas de sabores frescos locais. Há sempre algo para todos os gostos e preferências. Estamos a inovar e a oferecer algo fenomenal – o Doce pretende redefinir a experiência do café no Algarve.”

RIU Hotels & Resorts

Amsterdam City Card

Etihad Airways