João Rodrigues recebe Garfo de Ouro do Boa Cama Boa Mesa pelo Restaurante Feitoria

por: Tomás Ribeiro da Silva

O chef João Rodrigues recebeu este mês o prémio do Garfo de Ouro do Boa Cama Boa Mesa pelo seu trabalho no Restaurante Feitoria.

Quando questionado sobre o seu futuro pelo Boa Cama Boa Mesa, João Rodrigues respondeu que "várias possibilidades em cima da mesa, que podem passar por Portugal ou pelo estrangeiro", mas que o mais importante é que a partir de agora, "há uma nova perspetiva e novos horizontes para explorar". Assume ter "coisas pensadas e várias possibilidades" e quer ter "a liberdade para trilhar caminho novo".

No ano passado, o chef do Restaurante Feitoria, já tinha sido distinguido com o prémio Embaixador da Gastronomia Iberoamericana, no Congresso Gastronómico Binómico, em Huelva. Em 2009 começou a trabalhar no Altis Belém como subchefe, sendo que em 2013 subiu a chef executivo e mantém por 11 anos a estrela Michelin do Restaurante Feitoria.

Em 2015 foi reconhecido como Chef d' Avenir 2015 pela Internacional Academy of Gastronomy e é no ano seguinte, em 2016 que começa a missão da sua vida, a relação com produtores nacionais, a sua divulgação e mapeamento, rejuvenescendo o Projecto Matéria, uma ideia com uma resolução não lucrativa, que tem vindo a mudar radicalmente a forma como o nosso país, os restaurantes e os nossos cozinheiros olham e agem perante os pequenos productores.

Este projecto já integra 100 produtores de todo o país, e foi premiado com o The Game Changer Award 2022, da La Liste. Este prémio é atribuído a um chef ou dono de restautante que faça uma campanha para mudar a cultura da cozinha e indústria segundo os ideais de inclusão e diversidade.

João sempre quis se tornar biólogo marinho e como tal tem uma grande proximidade com a natureza, especialmente com o Mar.

 

Formou-se em cozinha e pastelaria na Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa aos 21 anos. Durante o seu percurso culinário passou pela Bica do Sapatoe, pelo Pragma, sob a coordenação do Chefe Fausto Airoldi, e ainda pelo Hotel Ritz Four Seasons, sob a chefia dos chefes Stephane Hestin e Sebastien Grospelier.

 

Numa publicação recente na sua conta de Instagram João diz que “O caminho foi duro, construído com altos e baixos, mas com um saldo francamente positivo, e com muitas conquistas a vários níveis que me orgulham. Mas, chega sempre a altura em que precisamos de fechar ciclos para que outros se abram. Por isso, este passo que dou não é o fim de algo, mas sim o começo de uma nova etapa.” Acrescenta um obrigado especial ao Restaurante Feitoria e agradece pelas memórias e pessoas ao longo do seu percurso. Afirma ainda “Agora, olhos já no futuro e com muita vontade do que aí vem... Vamos com tudo!”

QATAR turismo

RIU Hotels & Resorts

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade