AHRESP propõe medidas de compensação por encerramento involuntário

por: Zita Ferreira Braga
AHRESP propõe medidas de compensação por encerramento involuntário
AHRESP

Encerramento involuntário devido a infeções por COVID-19 deve ser acompanhado por medidas de compensação, refere a AHRESP


 Face à elevada taxa de transmissibilidade da variante Ómicron, as empresas da restauração e similares e do alojamento turístico estão a ser obrigadas a proceder a encerramentos involuntários, devido à ausência de trabalhadores que se encontram infectados com a COVID-19 ou em isolamento profilático, refere a AHRESP, na nota de imprensa.

A empresa, durante o período referido, mantém a obrigação de assegurar o pagamento por inteiro de todos os custos fixos, “nomeadamente os salários dos trabalhadores que não foram infectados nem se encontram em isolamento.

A AHRESP, face a tais situações, “defende que deve ser atribuído um apoio específico a fundo perdido, de modo a compensar todos os custos que as empresas continuam a ter de suportar em períodos de ausência total de facturação, como resultado do encerramento forçado de estabelecimentos.

Neste quadro, a AHRESP defende a criação de mecanismos de compensação às empresas de alojamento turístico, restauração e bebidas, devendo estas ser disponibilizadas de imediato para mitigar o efeito de terem de encerrar a sua atividade ou o efeito que as novas medidas têm nos clientes, nomeadamente cancelamentos de reservas já efetuadas.

A AHRESP apela ainda ao alargamento dos centros de testagem, considerando da “maior relevância” que estes funcionem na passagem do ano.

“Há várias semanas que a AHRESP tem vindo, a nível nacional, a dialogar com as câmaras municipais o estabelecimento ou alargamento de centros de testagem, tendo várias autarquias acedido aos apelos da AHRESP”, refere o boletim, apontando os casos de Albufeira, Cascais, Coimbra, Leiria, Lisboa, Portimão, Porto, Viseu e, em breve, Aveiro, Covilhã, Sesimbra, Évora, Beja e Estremoz.

QATAR turismo

RIU Hotels & Resorts

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade