AHRESP apela ao Governo "novas medidas de apoio a fundo perdido"

por: António Manuel Teixeira
AHRESP apela ao Governo "novas medidas de apoio a fundo perdido"
O Turismo.PT

O mais recente inquérito realizado pela AHRESP às empresas de alojamento turístico, restauração e similares veio confirmar a vaga de cancelamentos de que as empresas foram alvo desde o final de Novembro.

Em comunicado a Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal, afirma que "mais de 80% das empresas registaram cancelamentos de reservas após o primeiro anúncio de medidas restritivas, apresentadas no final do mês de Novembro, e quase 50% das empresas receberam cancelamentos de mais de metade das reservas confirmadas".

Nessa sequência, a AHRESP apela a que "sejam rapidamente implementadas novas medidas de apoio a fundo perdido aos nossos sectores, que não podem ficar limitadas exclusivamente às empresas encerradas por decreto".

No comunicado salienta que "a imposição de novas restrições está a ter graves prejuízos nos níveis de receita de todas as empresas de alojamento turístico, restauração e similares, cujas tesourarias ainda estão muito fragilizadas".

A Associação conclui chamando a atenção para a importância de "novos apoios à tesouraria e à manutenção dos postos de trabalho cheguem às empresas ainda durante o mês de Janeiro, sob risco da recuperação experienciada desde o verão ficar gravemente comprometida".

QATAR turismo

RIU Hotels & Resorts

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade