The Decadente reabre com uma nova proposta gastronómica

The Decadente esteve fechado nos últimos meses pelas razões sobejamente conhecidas de todos


Mas a equipa agora liderada pelo Chef David Vieira não esteve parada e trabalhou “para reabrir com muitas novidades e assinalar com a devida pompa e circunstância os 10 anos da existência da The Independente Collective”.

Deste modo e desde 15 de Setembro que as portas de “The Decadente” reabriram, apresentando uma nova oferta com grelha, bar cru e cocktails de autor.
A equipa reinventou-se, mas manteve-se fiel à sua herança e princípios de comida e bebidas locais e descomplicadas, práticas sustentáveis e ambiente confortável” refere a nota de imprensa.

Há dez anos The Independente Hostel & Suites foi o primeiro hostel da cidade de Lisboa a abrir ao público em geral, e não só aos hóspedes.
E com ele abriu também o restaurante The Decadente.

Não foi preciso muito para se tornar num sucesso no âmbito da restauração lisboeta, ao apresentar um conceito diferente, “onde viajantes de todas as idades, bem como locais, podiam juntar-se para partilhar histórias, experiências e memórias”.

A nossa prioridade foi selecionar produtores de extrema qualidade, para que o produto pudesse ser a estrela”. Ao utilizar técnicas simples, o Chef David Vieira e a sua equipa focam-se em respeitar o produto e deixá-lo brilhar; “o mais essencial, para mim, é o respeito”, diz o Chef, “pelo produto, primeiro, ao acentuar todas as texturas e sabores naturais, mas também pelas pessoas – as que servimos e as que servem connosco”.

O novo menu de The Decadente considera o produto como elemento principal, “para que os clientes possam saborear ao máximo tudo o que tem para oferecer, contando uma história através da comida e tornando-a menos complicada e mais apetecível”, considera e explica o Chef David Vieira

Este regresso em 2021 de The Decadente será marcado pela cozinha Portuguesa, guiada pela sua herança de fogo e fumo e inspirada pela história mercantil Portuguesa.

Começa assim como uma churrasqueira moderna, com uma grelha que partilhará o espaço “com um bar cru e cocktails de autor”, e ainda uma lista refrescante de vinhos a copo, servidos de forma simples e democrática.

 

Foi esta forma de pensar os alimentos e que levou que a sua confecção dos mesmos se inspirasse história mercantil de Portugal o que determinou a utilização do borrego fumado, açelgas grelhadas e limão preservado, utilizando técnicas marroquinas para “preservar o limão, e grelha – em vez de cozer, que seria o habitual – as acelgas”.
Do menu constarão ainda sementes de coentro e piri-piri caseiro, feito com canela, no frango, alga nori em pó com açúcar – uma combinação única de mar/salgado/doce – ou os muito típicos peixinhos da horta, com molho à Bulhão Pato

A carta de vinhos, um trabalho conjunto da equipa com o sommelier apresenta“uma seleção de vinhos a copo locais de qualidade excecional”.

O objectivo é simplificar e democratizar o consumo de vinho no The Decadente, com uma vasta opção de vinhos orgânicos e bio-dinâmicos, com entusiasmantes pequenos produtores, ou produções de pequena escala, que não estão facilmente acessíveis no mercado.

Mas há mais novidades. Todas as quintas-feiras e sábados, das 19:00 às 21:00, haverá música ou DJ ao vivo, com curadoria de Ana Vulcão, à entrada do hostel e restaurante.

Para os próximos meses, estão prometidas mais novidades que assinalam os 10 anos da marca.

QATAR turismo

RIU Hotels & Resorts

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade