António Costa visitou a AHRESP onde se inteirou de alguns problemas do sector

No final da reunião com a drecção da AHRESP, António Costa falou à Comunicação Social dando conta dos problemas de um sector que é “muito importante para a economia nacional


Na manhã de hoje António Costa visitou a AHRESP que “considera um dos principais parceiros económicos do país”.

António Costa lembrou que a Hotelaria e Restauração foram dois sectores de grande importância para a economia do país.
Foi sem dúvida um sector, segundo António Costa, que contribuiu largamente para a recuperação económica e para a criação de postos de trabalho.

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) apresentou na reunião o seu Caderno de Encargos que integra mais de 100 medidas para aproxima legislatura.
Das medidas assinaladas, António Costa salienta a valorização salarial.

No entanto não deixou de mencionar a necessidade de uma economia circular,  educação alimentar, tem em conta  os custos de contexto das actividades e maior rapidez na contratação de pessoal na área do turismo.

Antes de sair António Costa mostrou-se preocupado com a média de vencimentos no sector, que é bastante activo na área da negociação mas onde há o salário mínimo é ainda praticado em muitas unidades do sector.

Por isso sugere um crescimento sustentável do salário mínimo lembrando a "possibilidade de um acordo que permita a valorização salarial programada".

Antes de abandonar as instalações da AHRESP abordou ainda o tema do arrendamento, onde o equilíbrio é urgente.

Segundo António Costa "Em matéria de arrendamento, o país tem experiências muito traumáticas, passámos do oito para o oitenta e finalmente temos de estabilizar o pêndulo num ponto de equilíbrio para todos", dizendo ainda que se pretende “que nunca mais voltemos a ter cidades degradadas, sem os prédios reabilitados e a ficar ao abandono

Fim do Ano

Fim do Ano

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade