Centro de Portugal, Alentejo e Extremadura espanhola unem esforços para atrair turistas

Centro de Portugal, Alentejo e Extremadura espanhola unem esforços para atrair turistas
O Turismo.pt

Campanha da Euroace será lançada logo que a fronteira entre Espanha e Portugal for reaberta, uma vez que espanhóis e portugueses são considerados prioritários no Verão.

A região europeia Euroace, que integra o Centro de Portugal e Alentejo e a Extremadura espanhola, decidiram avançar com uma campanha promocional conjunta a partir de Junho, para atrair turistas ibéricos a este território.

Esta decisão foi tomada num encontro por videoconferência, que reuniu os responsáveis do sector do turismo das três regiões.

Esta campanha promocional, direccionada para o mercado ibérico, será  lançada logo que “reabrir a fronteira entre Portugal e Espanha, o que presumivelmente irá acontecer a 15 de Junho”.

O principal tema da reunião foi a discussão sobre “uma estratégia comum de curto e médio prazo pós-Covid-19”, integrando ações concretas, acelerem a retoma da actividade turística nos territórios da Euroace já neste verão, “numa altura em que será previsível o retomar da mobilidade entre os dois países”.

Foi evidente que eram convergentes as opiniões pelo que surgiu um interesse mútuo num trabalho conjunto entre regiões que têm interesses semelhantes.

Conclui-se que são os territórios de fronteira e de interior que reúnem melhores condições, existindo uma oportunidade “para apostar no turismo de proximidade, com base em produtos turísticos diferenciadores”.

Os responsáveis turísticos das três regiões “concertaram também posições para falarem a uma só voz”, tentando deste modo assegurar “que o plano europeu de recuperação turística permita que cheguem ajudas directas às empresas turísticas da Euroace, as quais geram mais de 91.000 empregos directos no sector.

Os visitantes portugueses e espanhóis, a que chamo o nosso mercado interno alargado, são aqueles que mais rapidamente poderão fazer férias nestas três regiões, uma vez que dificilmente haverá muita afluência de visitantes de outros países neste verão, por falta de ligações aéreas, pelo fecho das fronteiras e, também, por algum receio em viajar para longe”, sublinha Pedro Machado. “Esta campanha, que ficou hoje acertada ao mais alto nível, visa atrair um mercado potencial de 55 milhões de habitantes dos dois países, que vão procurar destinos tranquilos, seguros e espaçosos para as suas primeiras férias pós-Covid-19. As regiões Centro de Portugal, Alentejo e Extremadura já eram destinos perfeitos e são-no ainda mais nestas circunstâncias”, acrescentou. “Este encontro é mais um passo importante numa estratégia de promoção transfronteiriça que já vem detrás e que tem sido elogiada internacionalmente”, sublinhou também Pedro Machado.


A reunião contou com a participação dos presidentes das Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Centro e do Alentejo, respectivamente Isabel Damasceno e Roberto Pereira Grilo, e da Directora Geral de Ação Exterior da Junta da Extremadura, Rosa Balas.

Pelas estruturas regionais do turismo, estiveram presentes Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal e da Agência Regional de Promoção Turística Centro de Portugal; Vítor Silva, presidente da Agência Regional de Promoção Turística do Alentejo; José Santos, secretário-geral do Turismo do Alentejo; e Francisco Martín, director-geral de Turismo da Junta da Extremadura, entre outros.


Durante a reunião, as três regiões fizeram ainda um balanço muito positivo das ações realizadas em conjunto nos últimos anos, que incidiram sobretudo em quatro eixos: património cultural, gastronomia e vinho, natureza e turismo religioso.

A Eurorregião Euroace, iniciativa criada em 2009, cobre uma área de 92.500 quilómetros quadrados e nela vivem 3,4 milhões de habitantes, cerca de 6% da população da Península Ibérica.

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade