Startup Refundit vence a primeira competição mundial de startups de turismo

Startup Refundit de Israel designada, na FITUR, vencedora da primeira Competição de Startups de Turismo.

 

A final da primeira Competição de Startups de Turismo, organizada pela Organização Mundial de Turismo (OMT) e pela Globalia escolheu a Refundit de Israel como vencedora entre os 3000 projectos de todo o mundo que participaram no certame.

A convocatória da OMT e Globalia, grupo turístico líder de Espanha e América Latina, reuniu 3mil candidaturas de 133 países quando foi lançada em Junho 2018.

A competição fez um apelo geral às iniciativas mais estranhas que estão a transformar a forma como as pessoas viajam e experienciam o Turismo, sempre com o objectivo da sustentabilidade económica, social e ambiental.
A singularidade e viabilidade dos projectos, o seu impacto potencial, o modelo de negócio e a sua escalabilidade bem como o perfil da equipa na base das iniciativas, foram os critérios utilizados no processo de selecção.

Numa primeira fase, 20 finalistas de 12 paises expuseram os seus projectos na celebração oficial do Dia Mundial do Turismo, exactamente a 27 de Setembro, em Budapeste, Hungria, perante lideres mundiais no âmbito público e privado do turismo e investidores.

Em Budapeste foram selecionados os 10 projectos finalistas que apresentaram os seus projectos durante o primeiro dia da FITUR 2019.

Refundit foi a vencedora de esta primeira apresentação. A empresa israelita oferece uma aplicação tecnológica para a devolução de impostos a turistas residentes fora da Europa, quando visitam o velho continente, ou seja a Europa.
Deste modo é possível gerir a devolução através da própria app.

Por outro lado, Globalia e a OMT reconheceram no projecto grande impacto sustentável, que recai sobre The Freebird Club, plataforma que põe em contacto as pessoas de idade avançada dado-lhes oportunidade para viajar por diferentes países e conhecer gente nova dentro da rede.

Finalmente, Portugal Ventures, como socio investidor ou parceiro investidor selecionou a Pruvo, The Feedbird Club e E-bot 7 para que possam resolver em Portugal os seus projectos.

A OMT aposta na inovação e transformação digital e este evento já representa um ponto alto na transformação do sector turístico”, assinalou o secretário geral da OMT
Zurab Pololikashvili. “Pela primeira vez conseguimos posicionar o Turismo na agenda da inovação global, um lugar mais que merecido que reflecte o peso económico e o impacto social do sector” acrescentou aquele dirigente

 
O CEO da Globalia, Javier Hidalgo acrescentou que “ como grupo global que somos estamos satisfeitos por termos conseguido realizar esta competição através da qual conseguiremos impulsionar a mudança no sector advogando sempre pela inovação e a sustentabilidade.”


O objectivo deta competição e fazer da inovação e dos investimentos turísticos um meio para fomentar melhores produtos turísticos, melhorar a gestão do turismo e aproveitar a sustentabilidade como elemento impulsionador do Turismo, criando empregos e gerando oportunidades.

Por outro lado há a destacar a colaboração publico-privada como um dos elementos da criação de oportunidades para partilhar ideias e projectos entre o sector turístico, as comunidades e as suas gentes.

O evento contou com o apoio da Junta da Galiza, com a participação de representantes do sector turístico, investidores, ministros e meios de comunicação de todo o mundo.

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade