Município de Lagoa recebe Núcleo Museológico com espólio da Adega Cooperativa do Algarve-Única

Adega Cooperativa do Algarve – Única doa arquivos e espólio bibliográfico das antigas adegas de Lagoa e Lagos, unidos em Núcleo Museológico, ao Município de Lagoa.

 

A Única – Adega Cooperativa do Algarve e o Município de Lagoa assinam, pelas 18:30 de 14 de Novembro, um protocolo de cooperação que tem como objectivo oficializar a doação dos arquivos e espólio bibliográfico das antigas adegas cooperativas de Lagoa e Lagos.

A Única é herdeira deste património desde 2008, altura em que ocorreu a incorporação que deu origem à Adega Cooperativa do Algarve.

O espólio arquivístico resultante dessa fusão constitui um património de inestimável valor, não apenas para a memória do concelho de Lagoa e região algarvia, mas também da maior relevância para o conhecimento da história da produção vitivinícola portuguesa da segunda metade do século XX.


Para além do espólio documental, a Única é detentora de um vasto conjunto de equipamentos vinícolas, desde maquinaria e alfaias agrícolas a garrafas de vinho e bebidas espirituosas de sua produção. Trata-se de um conjunto de objectos relacionados com esta actividade económica, que serviram de base à laboração das referidas adegas e que se revestem de significante valor patrimonial no domínio da arqueologia industrial, obsoleto, face à evolução tecnológica e dos processos de fabrico, mas em razoável estado de conservação. Importa, por isso, dá-lo a conhecer aos lagoenses e visitantes do concelho num percurso museológico a criar nas próprias instalações da Adega.


Uma equipa de especialistas da autarquia ficarão responsáveis pela salvaguarda integral deste património (tratamento documental, acondicionamento, organização e divulgação), facilitando o seu estudo por parte de investigadores, e o seu conhecimento por parte de todos os cidadãos interessados.

Esta aposta criará uma nova dinâmica na ação económica e comunicacional da adega”, abrindo a oferta que a cooperativa presta aos seus clientes e público em geral ao potenciar o melhor dos vinhos que produz, mantendo viva a tradição vinícola da região.

O momento será selado “com um bom brinde ao som da Orquestra de Jazz do Algarve”.

Fim do Ano

Fim do Ano

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade