Turismo Centro de Portugal apresenta as novidades do Museu do Pão

Esperando atingir 60 mil visitantes até final de 2019, Museu do Pão oferece novas experiências aos visitantes neste período de festas.

Pedro Machado e Jorge Loureiro, presidente e vogal da comissão executiva do Turismo Centro de Portugal, fizeram uma visita ao Museu do Pão, ex libris da cidade de Seia e da Serra da Estrela, para conhecer as novidades que os visitantes podem descobrir neste período de Festas.


Um carrossel parisiense, uma acolhedora lareira ao ar livre e um forno de pão, também no exterior, “são algumas das iniciativas do Museu do Pão que tornam este espaço ainda mais atraente neste Natal.”


A visita foi acompanhada por Graça Reis, directora-geral do Museu do Pão, e Fábio Brás, responsável pela área das comidas e bebidas.

Inaugurado em 2002, o Museu do Pão é um projecto singular no panorama da região e do país.

Na sua génese está a vontade do fundador, António Quaresma, em mostrar todo o universo relacionado com o pão em Portugal, nas suas vertentes social, histórica, religiosa, política e artística.


O complexo museológico, com variadas salas que ocupam mais de 3500 m2, é um caso de sucesso na região, esperando terminar o ano de 2019, segundo Graça Reis, com um total de visitantes a rondar os 60 mil – muitos dos quais se deslocam propositadamente a partir de todo o país e, até, do estrangeiro.
As visitas de escolas e de outros grupos organizados dão também um contributo muito importante para os bons resultados do Museu do Pão.


Para o êxito, em muito contribui o ambiente caloroso e familiar com que a equipa recebe quem os visita. “Fazemos questão de proporcionar todo o conforto a quem nos vem conhecer. A nossa entrega é total para que sintam felizes. As pessoas vêm com uma expectativa que não podemos nunca defraudar, pelo que temos de apresentar sempre o nosso melhor. Esse é desejo que nos move. É por se sentirem felizes que os visitantes acabam por ficar sempre mais tempo do que esperavam”, sublinha Graça Reis.

Um dos locais mais emblemáticos do Museu do Pão é o espaço pedagógico, dedicado aos visitantes mais novos e não só.

Aqui, os miúdos e graúdos são guiados por Dina Cruz e deixam-se encantar pelos gnomos da tribo dos Hérmios, que os levam a uma viagem imaginária à história do pão. No final, cada participante é convidado a “cozinhar” um pão muito especial.


A oferta do museu estende-se à alimentação. O restaurante, em que todos os pratos da ementa contêm pão ou cereais, assume-se cada vez mais como um favorito dos visitantes.

Com um panorama fabuloso sobre as serranias, é um espaço que convida à degustação das receitas mais tradicionais da gastronomia beirã. E sem pressas – afinal, quem visita o Museu do Pão já sabe que aqui vale a pena saborear todos os momentos com demora.”

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade