Produtores do Ribatejo triplicam produção de romãs

Organização de produtores do Ribatejo aposta na cultura da Romã com a marca Adoora

 

Uma Organização de Produtores  de Fruta irá triplicar a produção de romãs Adoora este ano, atingindo as 500 toneladas.

Em 2018, o primeiro ano de arranque da produção, a empresa colocou no mercado 200 toneladas de romã.

Na campanha de 2019 regista-se, um considerável crescimento de 150%, passando a referida empresa a ser um dos maiores produtores de romã do país.

Esta é uma cultura em expansão e uma aposta da Organização, que conta com 19 acionistas produtores localizados nas regiões do Ribatejo, Oeste e Alentejo.

Actualmente há sete produtores de romã, contra os três existentes e 2018.

2018, que foi o ano de arranque da produção deste fruto, “a Organização já representava 7% da produção nacional, que atingiu, segundo dados do Instituto Nacional de Estatística, as 2889 toneladas.

A Frutalmente espera aumentos na produção também em 2020, graças à entrada em produção de pomares. A estimativa é a de aumentar o volume produzido em 50%.


A época de produção a Romã é entre Setembro e Novembro. Este é um fruto nutricionalmente rico, com elevado teor de antioxidantes e muito apreciado pelos consumidores portugueses.

Fim do Ano

Fim do Ano

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade