Há oito lugares em Portugal que fazem sonhar com outros paises

Há oito lugares em Portugal que fazem sonhar com outros paises
Indie Campers

Com a pandemia instalada foi necessário adaptar os planos de férias e viagens.



Desde os últimos meses, que se vem a verificar que a atenção dos portugueses se virou para o pais onde vivem e deste modo tentam planear as suas viagens de modo a poder visitá-lo.
Para o convencer, a Indie Campers, preparou uma lista com oito lugares em Portugal que parecem o estrangeiro.

Forte de São João Baptista.
Localizada no Arquipélago das Berlengas, em Peniche.
Caso sesteja familiarizado com local deste tipo lembre-se que, para além da sua estrutura, o acesso ao forte remete para a Civita di Bagnoregio-uma remota aldeia italiana, localizada entre a Toscana e a Úmbria, que parece ter saído de um conto de fadas.
Devido à sua fauna e flora tão características e ao seu importante património biológico, de espécies de aves marinhas, “as Berlengas possuem um ecossistema de elevado interesse de conservação”.

Palácio de Monserrate.
 O Palácio de Monserrate está localizado na “mágica vila de Sintra e é um dos mais belos exemplos arquitetónicos do Romantismo em Portugal”.
Devido às suas influências indianas, góticas e mouriscas, quem passa por este Palácio poderá facilmente sentir que está noutro continente.

Ponte da Mizarela.
Não é a Irlanda, nem a Alemanha e também não é nenhum país do Leste Europeu. Reino Unido? Longe! A Ponte de Mizarela fica “cá em casa”, em Montalegre, distrito de Vila Real.,refere a nota de imprensa
A ponte de origem medieval, localizada sobre o rio Rabagão, parece pertencer a um cenário retirado de um filme.

Ilhéu de Vila Franca.
Se visitar uma ilha paradisíaca na Tailândia, for um plano futuro, os Açores poderão desempenhar tão bem (ou melhor!) este papel. “Esta pequena ilha vulcânica é resultado da cratera de um antigo vulcão, hoje submerso. Fica localizada a menos de 1km da costa de Vila Franca e é uma das principais atrações turísticas da Ilha de São Miguel.

Grutas de Mira de Aire.
Este conjunto de grutas descoberto na década de 40, poderia facilmente ser confundido com uma localização do nosso país vizinho -Espanha, ou até mesmo do México. No entanto, esta magnífica paisagem fica localizada em Porto Mós, no distrito de Leiria. A gruta tem 11km de extensão e sua magia subterrânea encanta as mais diferentes idades.

Praia da Ribeira do Cavalo.
As praias desertas da Indonésia não têm tanto charme como a Ribeira do Cavalo. Este paraíso Português escondido, localiza-se no Parque Natural da Arrábida, em Sesimbra. A praia é deserta e o seu acesso só é possível através de uma trilho pedestre ou de barco.

    Loriga.
A vila de Loriga, localizada em Seia, distrito da Guarda, é conhecida como a “Suíça Portuguesa”. A sua denominação diz muito por si só, uma vez que para visitar este belíssimo património natural, será apenas necessário subir até à Serra da Estrela. Em qualquer altura do ano, o Vale Glaciar e a praia fluvial são excelentes opções para uma escapadinha turística.

Ribeira de Odeleite.
Nem só de falésias vive o Algarve. Esta barragem, localizada no concelho de Castro Marim, é também conhecida como “Rio do Dragão Azul”. Esta alcunha deve-se ao facto de ter sido retirada uma fotografia aérea, que mostrou a semelhança da albufeira da barragem, com um dragão azul, símbolo da cultura chinesa.

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade