Novo relatório do Organização Mundial do Turismo ajuda as cidades com o impacto do Turismo

O relatório mais recente da Organização Mundial de Turismo refere formas de ajudar o crescimento do turismo urbano e o seu impacto nas cidades e residentes.


“Sobreturismo? Compreender e movimentar o crescimento do turismo urbano para lá do possível” foi apresentado durante a sétima conferência da Organização Mundial de Turismo sobre Turismo Urbano, que teve lugar em Seoul, Republica da Coreia, de 16 a 19 de Setembro 2018.

O relatório analisa como se deve utilizar o turismo nos destinos urbanos de modo a beneficiar do mesmo modo visitantes e residentes.

O relatório resulta de um trabalho de cooperação entre várias entidades

O recente crescimento do turismo urbano exige ao sector que assegure politicas sustentáveis e práticas que minimizem os efeitos adversos no turismo pelo uso de recursos naturais, infraestruturas, mobilidade e congestionamento, bem como o impacto socio cultural.

Relatórios sobre atitudes negativas entre as populações locais em relação aos visitantes, deixam perceber que o excesso de gente, o ruido e outras questões, que levaram à divulgação de termos  como “ sobreturismo”e “turismofobia” na comunicação social.

Segundo Zurab Pololikashvili, secretário geral da Organização Mundial do Turismo: “ Governar é a chave. Resolver os desafios referentes ao turismo urbano é muito mais complexo que podemos pensar. Temos de criar um roadmap sustentável para o turismo urbano e colocar o turismo numa agenda urbana alargada.” E acrescentou: “Devemos assegura-nos  de que as comunidades beneficiam com os aspectos positivos do turismo”


Para melhor entender as alterações no contexto urbano, particularmente a relação entre residentes e visitantes, o relatório inclui a opinião de residentes de cidades como Amsterdam, Barcelona, Berlin, Copenhagen, Lisboa, Munich, Salzburg e Tallinn

Não há uma fórmula mágica que sirva para lidar com o sobreturismo. Por outro lado o Turismo precisa de fazer parte de uma estratégia de desenvolvimento sustentável da cidade”, conclui . Ko Koens do Centro de Entretenimento de Turismo e Lazer e Hospitalidade.

O relatório recomenda uma visão estratégica comum entre todos os envolvidos, trazendo a todos, visitantes e residentes uma convivência agradável sem atritos.

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade