A mais conhecida peixeira de Lisboa, Açucena Veloso morreu num acidente de viação

A mais conhecida peixeira de Lisboa, Açucena Veloso morreu num acidente de viação
Jornal Hardmusica

Açucena Veloso era muito conhecida dos lisboetas pêlos seus pregões no evento gastronómico “Peixe em Lisboa”.

A mais conhecida peixeira de Lisboa, Açucena Veloso morreu num acidente de viação

Açucena Veloso era muito conhecida dos lisboetas pêlos seus pregões no evento gastronómico “Peixe em Lisboa”.

Embora com banca no mercado 31 de Janeiro, em Lisboa, era fornecedora de vários restaurantes e de conceituados chefs.


Apresentava-se anualmente no Peixe em Lisboa com o melhor que tinha para vender, o peixe fresco. coma sua equipa em todas as inaugurações criava um pregão especial para o presidente da Câmara, Ministra do Mar e outras individualidades que por lá passassem.

O seu espírito solidário foi uma constante ao longo dos seus 54 anos de trabalho, doando o seu peixe a muitas instituições de solidariedade da capital.
A peixeira começou a trabalhar no Mercado 31 de Janeiro com nove anos, hoje, com 65 anos, tinha várias bancas e mais de quinze empregados.


Açucena Veloso, 65 anos, morreu ontem, 11 de Fevereiro na sequência do despiste do automóvel que conduzia na zona de Corroios, no concelho do Seixal, distrito de Setúbal.


O chef Fábio Bernardino fala de Açucena Veloso como uma "segunda mãe". "Conhecia-a há muito tempo. Ajudou-me muito na minha carreira. Não só pelo peixe que me arranjava, mas também pelos conselhos que me dava", diz ao DN, realçando que a peixeira "era uma excelente pessoa para toda a gente".

 

Fim do Ano

Fim do Ano

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade