Taxis no Aeroporto de Lisboa passarão a ter um custo mínimo de 20 euros

O serviço de taxis vai ter novidades para breve, embora pouco atractivas para os turistas e residentes, podendo os mesmo vir a optar pelo serviço da Uber.

As novidades no serviço de taxis implicam que cada serviço que se inicie na zona de chegadas do aeroporto passe a ter um custo mínimo de 20 euros por 14 quilómetros e 800 metros. Só a partir deste ponto é que novos impulsos poderão ser cobrados, adiantou a rádio TSF.

 

Mas com estas alterações a partir do Aeroporto de Lisboa,  a ANA Aeroportos de Portugal recebe um euro por cada serviço, permitindo assim comparticipar na Taxa Turistica que cordou pagar à autarquia lisboeta.

O documento que regulamenta estas mudanças foi criado pela Associação Nacional de Transportadores Rodoviários em Automóveis Ligeiros (ANTRAL), com o acompanhamento da ANA - Aeroportos de Portugal mas também do Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT) e da Câmara Municipal de Lisboa.

 

Mais uma vez o serviço da Uber torna-se mais rentável para os utilizadores, pois muitos deles não chegarão a ter o custo que a ANTRAL pretende implementar.

 

Citado pela rádio TSF, Florêncio Almeida, responsável da ANTRAL, adiantou que o documento em causa está praticamente fechado (faltando ainda a assinatura de um protocolo). E explicou também o objectivo do euro cobrado por serviço por parte da ANA Aeroportos.

Uma vez que a ANA decidiu suportar o custo da Taxa Turistica, implementada pela Câmara Municipal de Lisboa, com este serviço poderá vir a criar um rendimento para fazer face a esse custo.

No entanto para a ANTRAL o objectivoé diferente, pois será "fazer algumas alterações à praça de táxis, criar novas condições para que os táxis possam exercer a sua actividade". Uma das novidades, por exemplo, será a inclusão de cancelas.

O Governo, porém, continua a mostrar reticências em relação a este 'polémico' euro, defendendo que "os táxis prestam um serviço público e que devem ter acesso livre", acrescentou Florêncio Almeida.

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade