Festas da Senhora da Agonia, tradição e fé nas ruas de Viana do Castelo

A tradição religiosa e a fé das gentes do mar, estão mais uma vez nas ruas de Viana do Castelo com as Festas em honra da Senhora da Agonia

 

A procissão no mar e as ruas da Ribeira, cobertas de tapetes floridos, são o testemunho da devoção religiosa das gentes de Viana.

Mas para além das manifestações de fé, a etnografia também ocupa o seu espaço nos desfiles do Cortejo Etnográfico e na Festa do Traje.

São cortejos que permitem admirar os trajes de noiva, mordoma e lavradeira, vestidos por minhotas que ostentam ao peito autênticas obras de arte em ouro.

Tocam as concertinas e os bombos, dançam as lavradeiras...A grandiosa serenata de fogo de artifício ilumina toda a cidade, começando pela ponte de Gustave Eiffel, passando pelo Castelo de Santiago da Barra, até ao Templo - Monumento de Santa Luzia...É um abraço dos Vianenses a todos quantos os visitam no mês de Agosto, diz a nota de imprensa.

A Romaria d'Agonia junta-se à história da igreja d'Agonia. Data de 1674 a história da igreja em honra da padroeira dos pescadores.
Na altura, foi edificada uma capela em invocação ao Bom Jesus do Santo Sepulcro do Calvário e, um pouco acima, uma capelinha devota a Nossa Senhora da Conceição.

Hoje, a romaria em honra de Nossa Senhora da Agonia, nascida em 1772 da devoção dos homens do mar vindos da Galiza e de todo o litoral português para as celebrações religiosas e pagãs, é considerada umas das mais importantes romarias a nivel nacional.

RIU Hotels & Resorts

#EstamosON

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade