Jardim Zoológico comemora 125 anos de vida

Jardim Zoológico comemora 125 anos de vidaCom a presença do Presidente da República e de outras individualidades foram alegremente comemorados os 125 anos do Jardim mais amado do país.

A comitiva percorreu o Jardim cujo novo visual o torna bem mais atraente podendo-se ver os animais livremente pois agora estão em recintos abertos.
Recebido com palmas por parte da criançada que estava na entrada do Jardim, Cavaco Silva iniciou as comemorações desta efeméride descerrando uma lápide de homenagem a Felix Navarro Pires, Presidente de 1980 a 2000, benemérito lembrado nesta lápide pelo Grupo de Amigos do Jardim Zoológico e falecido em 2008. Igualmente foi inaugurada uma estátua da autoria de Luis Valadares mostrando um homem sentado com um macaco ao colo. 

Após este momento solene Cavaco Silva decidiu recordar a infância lançando o pião com corda e tudo. Iniciou-se o passeio de reconhecimento do novo visual do Jardim que apetece mesmo visitar. Os tigres passeiam-se num local climatizado e bem visivel aos visitantes.
O rinoceronte indiano foi objecto de particular atenção e as girafas tiveram honras de serviço pelo mais alto magistrado da Nação.
Mau exemplo dado que é pedido aos visitantes que não alimentem os animais do Jardim.
Paragem nos flamingos, elefantes e leões todos eles com instalaçoes que, diríamos, de quatro estrelas e meia!
O chamado Templo dos Primatas é um largo espaço verde, arborizado e com uma irrigação agradavel sobretudo para os habitantes. Também o jaguar não escapou á observação atenta de Cavaco Silva. Enquanto autografava  a sua "Biografia Pública de Anibal Cavaco Silva", o gibão de mãos brancas era alvo da curiosidade da comitiva presidencial.

Visita terminada o Presidente da República descerrou uma lápide comemorativa da sua visita e assinou o Livro de Honra do Jardim.

O Jardim Zoológico tem 125 anos e tem nas suas árvores e nos seus espaços de repouso histórias lindas de amor , de felicidade e talvez também de muita tristeza.
Contamos com as autoridades competentes para que ele continue ali, lindo, atraente cheio de animais imponentes uns e maneirinhos outros, para que as sua árvores continuem a ser testemunhas de histórias lindas e de outras menos bonitas.

Mídia

NULL
Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade