Freebird Club: A plataforma social de viagens para combate da solidão chega a Portugal

por: Inês Nunes
Freebird Club: A plataforma social de viagens para combate da solidão chega a Portugal
Freebird Club

A rede conta já com mais de 12 mil utilizadores em 35 países, e expande-se agora com apoio da Fundação AGEAS.

O Freebird Club é uma plataforma de intercâmbio cultural dedicada a pessoas com mais de 50 anos e que quer promover o combate da solidão. Proporciona aos seus membros a oportunidade de conhecer pessoas novas enquanto viajam. Com a expansão até Portugal, destino que se tem destacado entre os preferidos por turistas de todo o mundo, pretende-se, com o apoio financeiro da Fundação AGEAS, incentivar a inclusão social e digital através da criação de uma comunidade “genuína, diversificada e inclusiva”.

“Escolhemos Portugal porque é um destino de eleição na nossa plataforma e para viajantes de todo o mundo”, avançou o CEO do clube, que quer oferecer aos inscritos “uma nova forma de explorar este lindo país, ligando-nos aos locais, promovendo vidas activas, gratificantes e socialmente enriquecedoras”.

Peter Mangan debruçou-se ainda sobre a missão da página que criou em 2014. “À medida que as pessoas envelhecem, é frequente sentirem-se mais isoladas, com oportunidades de viagem limitadas ou com restrições financeiras. Muitas gostariam de viajar, mas não têm oportunidade de o fazer, talvez porque não têm alguém com quem ir, ou a confiança necessária para irem sozinhas. Ao prestarmos os nossos serviços a este grupo etário, pretendemos responder a estes desafios e proporcionar um ambiente de apoio onde estes adultos possam explorar o seu lado mais jovem, realizar as suas aspirações de viagem e, mais importante ainda, criar novas amizades e ligações.”

O “centro dinâmico”, que permite aos seus utilizadores estabelecer contactos, partilhar experiências e criar memórias em conjunto, dispõe de funcionalidades para planeamento de viagens, organização de encontros e estadias ou participação em eventos socio-culturais. O facto de o site ser direccionado a uma faixa etária específica prende-se muito com o “rejuvenescido entusiasmo e melhoria da qualidade de vida” do pai do fundador, quando começou a dar guarida a viajantes internacionais na sua casa de campo. Foi assim que Owen começou a fomentar amizades, através da organização de jantares e noites em “pubs” locais, passeios turísticos e jogos de golfe. Surgiu então a Peter a inspiração para replicar este tipo de dinâmicas e convivências em larga escala, como modo de enfrentar a negligência de que este grupo demográfico é muitas vezes alvo.

Durante a pandemia, com a política de proibição de deslocações internacionais, o Freebird Club enfrentou, como tantos outros projectos, inúmeros desafios. Em 2022, contudo, foi seleccionado para integrar o Founders Factory/Nesta Mission Studio, obtendo um investimento de 200 mil libras e uma subvenção adicional de 330 mil libras do UKRI Healthy Ageing, que revitalizaram as suas operações e viabilizaram o lançamento, em 2023, de uma nova versão da página online que tem tido larga adesão inicial.

RIU Hotels & Resorts

Amsterdam City Card

Etihad Airways