“Rabo de Peixe”, a segunda série da Netflix a ser filmada em Portugal

por: Tomás Ribeiro da Silva
“Rabo de Peixe”, a segunda série da Netflix a ser filmada em Portugal
Netflix

O elenco deste Thriller de humor sarcástico é composto por nomes como José Condessa, Helena Caldeira, Rodrigo Tomás, André Leitão e Kelly Bailey.

A empresa de streaming anunciou o início das gravações de “Rabo de Peixe”, a série produzida pela Ukbar Filmes com realização de Augusto Fraga e Patrícia Sequeira.

A série conta uma história baseada em factos reais, com toques de humor sarcástico. Um conto de quatro amigos que mudam as suas vidas com a chegada de uma tonelada de cocaína.

A série vai ser gravada nos Açores, devido à sua beleza natural do concelho da Ribeira Grande e de outros locais emblemáticos como Vila Franca do Campo, Lagoa das Sete Cidades, as Furnas e as impressionantes Paisagens do Nordeste. No continente, as filmagens necessárias irão ocorrem em Lisboa.

"É um enorme orgulho poder mostrar os Açores ao mundo, contando uma história incrível num dos lugares mais especiais do planeta. Esta é uma série de puro entretenimento e adrenalina, mas, ao mesmo tempo, uma reflexão sobre a fortuna e fatalidade da condição humana. Sendo eu açoriano, estou muito feliz por trazer esta aventura aos écrans da Netflix", afirma Augusto Fraga, criador e realizador de “Rabo de Peixe”.

Rabo de Peixe é um dos projectos seleccionados no concurso para argumentistas, como parte da iniciativa para impulsionar a produção audiovisual portuguesa lançada pela Netflix e pelo ICA.

 

Sinopse: 

Nada acontece na pequena localidade açoriana de Rabo de Peixe, até que uma tonelada de cocaína chega à costa, mudando por completo a vida dos seus habitantes. Eduardo, um jovem pescador, e os seus melhores amigos improvisam um negócio com o que chega do Oceano Atlântico. Mas, uma tonelada de cocaína não passa despercebida e os nossos protagonistas irão enfrentar os donos desta droga, a polícia e uma série de personagens imprevisíveis numa aventura perigosa e sem retorno.

RIU Hotels & Resorts

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade