"Águas do Pastaza" seleccionada para a secção Generation da Berlinale

"Águas do Pastaza" seleccionada para a secção Generation da Berlinale
Aguas filme

"Águas do Pastaza" (Juunt Pastaza Entsari), uma realização de Inês T. Alves, foi seleccionado para integrar a secção Generation da 72ª edição do Festival Internacional de Cinema de Berlim, que terá lugar este ano de 10 a 20 de Fevereiro.



Trata-se da primeira longa-metragem da realizadora portuguesa que, “depois de ter vivido dois meses em Suwa, uma comunidade isolada de cerca de 80 habitantes na floresta amazónica equatoriana e de ter desenvolvido uma relação próxima com as crianças, teve a ideia de criar este documentário. No filme, acompanhamos o dia-a-dia das crianças de Suwa extremamente independentes, mostrando a sua ligação íntima com a natureza, bem como a sua relação com as novas tecnologias, fenómeno bastante recente na comunidade.

Por seu lado a realizadora afirma:"Numa altura em que as comunidades indígenas na Amazónia estão sob um forte ataque permanente, com desflorestação intensa impulsionada por interesses económicos externos, pareceu-me urgente dar-lhes alguma visibilidade. Partindo do universo muito específico das crianças, este filme chama a atenção para a importância de se estabelecer uma relação mais sustentável com o nosso ambiente.",

"Águas do Pastaza" é uma produção da Oublaum Filmes, fundada por Ico Costa, realizador de obras como "Nyo Vweta Nafta" (2017) ou "Alva" (2019).

QATAR turismo

RIU Hotels & Resorts

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade