The Town: O novo festival dos criadores do Rock in Rio

The Town: O novo festival dos criadores do Rock in Rio
The Town

A estreia do evento já está marcada para os dias 02, 03, 08, 09 e 10/09/2023, onde o público vai poder contar com um lineup recheado de artistas locais e internacionais.

O 'The Town' manifesta-se como um projecto de música e cultura que pretende celebrar a mistura cultural e as histórias fascinantes que se encontram nas constantes manifestações artísticas da cidade de São Paulo.

Agendado para 2023 na capital Paulista – mais concretamente no Autódromo de Interlagos, o evento propõe-se a reunir, já na sua primeira edição, cerca de 600 mil pessoas em mais de 230 horas de música, com apresentações de alguns dos principais nomes da música mundial.
Segundo Roberto Medina, criador e Presidente do Rock in Rio e do 'The Town', a efervescência da cultura paulista será o grande factor de atracção do festival. "Sonhava em fazer um evento em São Paulo, mas precisava que este fosse a «cara» da cidade.”

“É um enorme prazer e uma responsabilidade ainda maior idealizar e produzir um evento tão grandioso, um projecto único, à altura desta grande cidade, que foi a inspiração para a criação de 'The Town'.”

Sobre a escolha do local onde se irá realizar o festival, Roberto Medina refere que “São Paulo é uma cidade multicultural, vibrante e intensa. Da arquitetura à literatura, da poesia às artes plásticas, da música às performances artísticas, tudo é resultado de uma saudável mistura de diferentes culturas.” O próprio arremata dizendo que “é com essa inspiração que nasce o ‘The Town’ que, já no seu lançamento, estará entre os maiores eventos de música e entretenimento do mundo.”
O evento representa um investimento de, aproximadamente, 300 milhões de reais para garantir um evento com a mesma qualidade e sofisticação que o 'Rock in Rio' habituou o público, não só em termos de estruturas mas, também, na qualidade da oferta de entretenimento e do lineup. Por outro lado, este investimento representará um impacto positivo significativo na economia da cidade, sendo expectável que movimente, logo na sua primeira edição, 1.2 mil milhões de reais no Estado de São Paulo, gerando mais de 27 mil empregos e contribuindo, directamente, para a recuperação de diversos sectores num período pós-pandémico.
É num recinto que conta com uma área de 350mil m2 que se erguerá a futura Cidade da Música - nome que Interlagos vai receber durante o período do festival. Aqui, existirão seis palcos e mais alguns espaços e atracções que representam um verdadeiro encontro e celebração das mais variadas tribos e movimentos culturais da cidade, com uma cenografia totalmente inspirada na arquitectura, cultura e nas pessoas da cidade.

Roberta Medina pontuou a importância da indústria da música ao vivo para as pessoas. "Acreditamos no poder do entretenimento e da cultura como pilares fundamentais de uma sociedade. A nossa crença só se fortaleceu durante a pandemia - período em que testemunhámos o quanto fez falta o «ao vivo» na vida das pessoas.” E acrescenta, reforçando que “com o 'Rock in Rio' a concretizar-se em 2022 e o 'The Town' em 2023, vamos proporcionar ao público experiências únicas e inesquecíveis que vão colmatar a falta que fizeram nos últimos dois anos".

RIU Hotels & Resorts

#EstamosON

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade