“Savana MEO” inaugurada no Jardim Zoológico de Lisboa

“Savana MEO” inaugurada no Jardim Zoológico de Lisboa
O Turismo.PT

A nova “Savana MEO” pretende homenagear o ícone do Jardim Zoológico, o elefante, com a triplicação do espaço e outras alterações que promovem maior conforto aos animais.

A pouco mais de duas semanas do dia Mundial da Conservação da Natureza, que tem lugar a 28 de Julho, foi hoje inaugurada a "Savana MEO", um espaço que tem o objectivo de homenagear o elefante-africano-de-savana, dando ainda destaque a outras espécies africanas. A criação desta savana é resultado de um patrocínio do MEO, marca da Altice Portugal.

Nos últimos anos esta espécie de elefante tem vindo a vivenciar um declínio da sua população, razão pela qual está agora registada com o estatuto “Em perigo”, muito devido à caça para obtenção das suas presas e à fragmentação do seu habitat.

A savana triplicou em termos de dimensões e tem o objectivo de enriquecer a qualidade de vida dos animais que o ocupam, através de uma reprodução daquilo que é a realidade dos habitats naturais. Neste sentido, destaca-se a instalação de duas zonas de água e ainda o facto de que no processo de instalação foi possível manter sombras naturais, que é o caso dos plátanos.

Contudo, esta é "uma instalação multiespécies, já que temos elefantes, nialas e suricatas. Todos estes animais têm passagens selectivas, ou seja as nialas e os suricatas só vão ter com os elefantes se quiserem, o que de alguma forma é também um enriquecimento, pois estes animais à maneira deles, também interagem com as outras espécies.", diz fonte do Jardim Zoológico de Lisboa.

O presidente do Zoo de Lisboa destaca que "este espaço é bastante mais amplo do que era anteriormente e tivemos também a oportunidade de criar condições de alimentação mais diversificadas dando-lhes alimentação não só pelo solo, mas também suspensa, imitando árvores o que para eles é uma situação natural."

Esta colocação dos alimentos em estruturas elevadas permite que os elefantes exercitem os músculos da tromba, tal como fariam para chegar às folhas das árvores no seu habitat natural.

No que toca ao contacto entre os próprios animais e os visitantes do Jardim Zoológico, Carlos Agrela Pinheiro salienta: "Os benefícios em primeiro lugar são para os animais. Em relação àquilo de que as pessoas podem disfrutar, destaca-se a plataforma de observação, através da qual se consegue observar o que são os comportamentos dos animais, algo que deixa os visitantes do parque mais satisfeitos."

Já João Epifânio, representante da Altice Portugal, sublinha que: "este é um espaço inovador, pois não tem barreiras físicas agressivas, promove uma convivência com as espécies muito diferente daquilo a que as pessoas estão habituadas e inovador também por ser a réplica de um espaço natural que ganha outra dimensão."

No que toca aos horários de visita ao Zoo de Lisboa, destaca-se que poderá usufruir deste Parque entre as 10:00 e as 20:00.

RIU Hotels & Resorts

#EstamosON

Artigo de Opinião

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade