“Joe Biden, o vencedor”, estreia em exclusivo no Odisseia

Odisseia estreia “Joe Biden, o vencedor”, a produção mais recente sobre o próximo presidente dos EUA


Pelas 22:30 de 18 de Janeiro, o canal Odisseia estreia, em exclusivo, “Joe Biden, o vencedor”, uma recente e completa produção sobre “o veterano político que após uma feroz batalha com Trump nas eleições presidenciais”, assume, aos 78 anos, a presidência dos Estados Unidos o desafio mais importante da sua carreira.

O documentário poderá ser visto novamente, pelas 22:30 do dia 20 de Janeiro o dia em que o novo presidente toma posse, seguindo-se dois documentários sobre Donald Trump: “O mundo segundo Trump” e “Quem é Trump?”.

Joe Biden tornou-se um dos políticos mais experientes, resilientes e influentes dos Estados Unidos. Nascido no seio de uma família de classe operária da Pensilvânia, Biden conseguiu superar a sua gaguez, recitando poesia, jogou futebol americano, e foi duas vezes chefe de turma na escola.

No primeiro ano de universidade, conheceu a sua futura esposa, Neilia Hunter. Depois de se formar em Direito, em 1968, Joe mudou-se para o Delaware, para começar a sua carreira exercendo direito num escritório de advogados, altura em que se tornou um membro activo do Partido Democrata.


Aos 29 anos, tornou-se o quinto senador mais jovem da História dos Estados Unidos. Durante as suas seis legislaturas no Senado, Biden granjeou o respeito, como um dos principais peritos em política externa, defendeu a promoção da estabilidade e da paz nos Balcãs, advogou a limitação de armas estratégicas com a União Soviética, fez a aproximação da OTAN às nações do antigo bloco soviético, opôs-se à primeira guerra do Golfo e tomou posição contra o opressivo regime do apartheid, na África do Sul.

Entre 2009 e 2017, foi vice-presidente, durante os dois mandatos de Barack Obama, e conseguiu elaborar leis de grande abrangência, relacionadas com o orçamento, a delinquência, a violência contra a mulher e as deduções fiscais.

A vida pessoal de Joe Biden não tem sido  marcada por momentos de tragédia: a primeira esposa e filha morreram num acidente de automóvel, em 1972, teve de ser submetido a uma cirurgia ao cérebro, em 1988, e o filho mais velho morreu de um cancro no cérebro, em 2015.

Com 78 anos, e após uma feroz guerra com Donald Trump, durante as eleições presidenciais, Joe Biden tornou-se o candidato presidencial mais votado da História.


Como objectivos imediatos, Biden pretende “reverter algumas das políticas mais controversas de Trump, incluindo as relacionadas com a mudança climática”, bem como uma aproximação aos aliados dos Estados Unidos.

Por outro lado pretende formar a equipa de governo mais variada que o país tenha visto, com Kamala Harris como vice-presidente e Janet Yellen, como Secretária do Tesouro, as primeiras mulheres da História a conseguirem esses cargos.

RIU Hotels & Resorts

FITUR 2021

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade