A TV Globo construi um filme de abraços e afectos para desejar um Bom Ano

A TV Globo construi um filme de abraços e afectos para desejar um Bom Ano
Divulgação

Em 2020, a simbologia do ato de abraçar faz ainda mais sentido. Afinal, vimo-nos privados do acolhimento e da força de abraços de pessoas queridas, tão essenciais para seguirmos em frente.

E é acreditando no potencial transformador do gesto, que a Globo faz um convite ao público com a sua Mensagem de Fim de Ano: “Quando o novo tempo chegar, abrace”.

No vídeo, diferentes técnicas de pós-produção e linguagens como animação, stop-motion e colagens garantem o encontro e os abraços de actores bem conhecidos do público português, num filme diferente de todos os já criados até hoje. Os protagonistas são: Cláudia Raia, Ricardo Pereira, Cauã Reymond, Angelica, Taís Araújo, Mateus Solano, Flavia Alessandra, Deborah Secco, Lázaro Ramos, Giovanna Antonelli e Reynaldo Gianecchini são alguns dos talentos que participam na Mensagem de Fim de Ano da Globo.

A campanha de fim de ano da TV Globo, “Hoje é um novo dia”, "é uma espécie de banda sonora do balanço pessoal que todos nós fazemos quando chegamos a Dezembro. Este ano estamos mais reflexivos e esperançosos do que nunca". Por esse motivo, a campanha de fim de ano tem um significado ainda mais especial, uma vez que a versão deste ano "foi totalmente adaptada para o atual momento e todos nós vamos emocionar-nos muito”, explicou em comunicado Amauri Soares, director do canal TV Globo.

Para dar vida à Mensagem, actores, jornalistas e apresentadores dividiram-se em mais de 100 gravações remotas e presenciais, sempre individuais e ao som de um tema brasileiro 'Um Novo Tempo'.

A música sofreu uma alteração inédita, uma vez que foi adaptada para este ano atípico, para além de que um excerto da letra, em vez de entoado pelo elenco, foi substituído por uma narração de Regina Casé. Abraçar sintetiza muitos desejos de milhões de pessoas espalhadas pelos cinco continentes, nesse momento. Mas até um futuro, que desejamos, próximo, muitos abraços ainda dependam da imaginação ou de técnicas de animação, como na Mensagem da TV Globo deste ano.

Abraço é resposta ao desejo do encontro, do toque, sinonimo de alegria, de amor, de esperança. E falar sobre tudo isso, pensar em um novo tempo, nunca foi tão necessário.

Sérgio Valente, director de Marca&Comunicação da Globo referiu no comunicado que "vamos juntos construir um futuro com a esperança de dias melhores, em que poderemos encontrar-nos novamente, olhar nos olhos e dar um abraço demorado em quem a gente ama. Essa é a caminhada que queremos construir com o público, a partir da Mensagem de Fim de Ano. Um convite para que as pessoas abracem, imaginação, a criatividade e o talento, connosco”.

Como numa instalação, o filme começa com o elenco em telas, dispostas num grande estúdio. Até que a emoção, transmitida com a canção, torna o espaço pequeno demais, levando a um salto do monitor para um abraço. A partir desse momento, o filme torna-se uma grande celebração, com os actores, jornalistas e apresentadores, em formato de bonecos, marionetas e personagens, a abraçarem-se e a representarem de forma lúdica a mensagem de renovação das esperanças. Um mix de imagens reais com animação vai construindo toda a narrativa da campanha até o grande final, com um mosaico com o elenco a estender o convite para o abraço a todos.

Mídia

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade