“Noite Perpétua” de Pedro Peralta estreia no Festival de San Sebastian

“Noite Perpétua” de Pedro Peralta, estreia no dia 23 de Setembro no Festival Internacional de Cinema de San Sebastián

 “Noite Perpétua”, uma curta metragem realizada por Pedro Peralta, estreia a 23 de Setembro no Festival Internacional de San Sebastián tendo ainda mais três exibições a 24, 25 e 26 de Setembro.

O filme integra a secção competitiva Zabaltegi-Tabakalera deste festival, que se realiza entre 18 e 26 de Setembro na cidade basca de San Sebastián.

Produzido pela Terratreme, com coprodução com a francesa KinoElektron e com distribuição internacional da Agência da Curta Metragem, “Noite Perpétua” narra alguns dos acontecimentos que tiveram lugar aquando do rescaldo da Guerra Civil Espanhola, no ano de 1939.

Em declarações Pedro Peralta afirma que: “Em 2010 um artigo do jornal Público levou-me a travar conhecimento com o branqueamento da memória da repressão Franquista em Espanha. Dos muitos relatos, um marcou-me profundamente: ‘Quando eles chegaram, a minha mãe percebeu logo o que ia acontecer. Pediu para dar de mamar à minha irmã e depois levaram-na. Tinha 31 anos e o corpo nunca mais apareceu.’ Este é o relato de Aurora Navas, filha de Matilde Sánchez, cidadã Espanhola assassinada por falangistas. Pressenti logo, nesta descrição, um complexo dilema humano”.

“Noite Perpétua” é a segunda curta-metragem de Pedro Peralta, que em 2016 realizou “Ascensão”, com estreia internacional na Semana da Crítica do Festival de Cannes no mesmo ano.

“Ascensão” participou em cerca de 70 festivais por todo o mundo, tendo recebido inúmeros prémios, como Prémio Árvore da Vida para Filme Português no IndieLisboa, Melhor Curta Metragem e Prémio do Júri no Kyiv International Film Festival «Molodist», Prémio Des Enfants de La Licorne no Festival International du Film d'Amiens, entre outros.

 
 
 

#EstamosON

Corona - Covid19

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Actualidade